EUG 2018

Jogos Universitários Europeus 2018: Números finais

 

A cerimónia de encerramento dos Jogos Europeus Universitários 2018, que decorreram na cidade de Coimbra, teve lugar no complexo desportivo do Estádio Universitário e fechou oficialmente o maior evento multidesportivo alguma vez realizado em Portugal.

 

Depois de ser cantado o hino nacional, os representantes das 80 instituições de Ensino Superior presentes desfilaram em representação das suas academias, abrindo o caminho para um grupo de ginastas que deu vida ao espetáculo “Vida Académica”, dividido em várias partes, que pretendeu mostrar, através da ginástica artística, o verdadeiro significado do espírito académico característico da cidade de Coimbra.

 

O secretário-geral dos Jogos Universitários, Mário Santos, abriu a sessão discursiva enaltecendo que o legado material deixado na cidade é bem visível, especialmente no Estádio Universitário. Segundo o próprio, “é agora nossa responsabilidade e dever fazer com o que o legado imaterial prevaleça e que, através dele, se possa construir um mundo melhor através da educação pelo desporto”. Estiveram também presentes e dirigiram algumas palavras de agradecimento e enaltecimento ao evento Adam Roczek, presidente da EUSA (Associação Académica do Desporto Universitário), que considerou estes, “os melhores Jogos Europeus Universitários de sempre”, e Maria Fernanda Rollo, Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

 

A cerimónia terminou com a descida da bandeira da EUSA, ao som do “Gaudeamus Igitur”, cantado pelo Coro Misto da Universidade de Coimbra, e com a passagem da mesma para o comité organizador dos Jogos Europeus Universitários 2020, que decorrerão em Belgrado.

 

Organizar os Jogos Europeus Universitários requereu o envolvimento de cerca de 6000 pessoas que, durante meses preparam duas semanas de caráter desportivo e educativo. Este tipo de evento decorreu com a colaboração e ajuda de:  

 

- 4027 Participantes;

- 3293 Atletas;

- 291 Universidades de 38 países;

- 506 Equipas;

- 355 Árbitros (224 organização e 131 equipas);

- 293 Oficiais;

- 141 Chefes de Delegação;

- 299 Treinadores e 73 treinadores-adjuntos;

- 117 Membros do Comité Organizador;

- 249 Membros de Staff;

- 87 Seguranças;

- 25 Membros da Área Média mais a Cruz Vermelha;

- 65 Membros da Área Médica das delegações visitantes;

- 45 Representantes da EUSA;

- 184 VIP’s;

- 159 Media;

- 672 Voluntários; 

 

 

Presidentes de académicas em encontro com presidente da FISU e da EUSA

 

A Federação Académica do Desporto Universitário (FADU) convidou os presidentes das associações de estudantes e/ou associações académicas nacionais para um jantar com o presidente da Federação Internacional do Desporto Universitário e com o presidente da Associação Europeia do Desporto Universitário, à margem dos Jogos Europeus Universitários, que decorrem em Coimbra.

 

Oleg Matytsyn, presidente da FISU e Adam Roczek, presidente da EUSA e Daniel Monteiro, presidente da FADU, partilharam mesa com os presidentes das federações académicas, associações académicas e associações de estudantes nacionais, os clubes que, ao longo do ano, dão vida e dinâmica do desporto universitário português.

 

Na iniciativa estiveram presentes, entre outros, o presidente da Federação Académica do Porto, João Pedro Videira; o presidente da Associação Académica da Universidade do Minho, que recebeu este ano o galardão de Instituição Mais Ativa da Europa pela EUSA, Nuno Reis; o presidente da Associação Académica da Universidade de Aveiro, que recebeu este ano as Fases Finais dos Campeonatos Nacionais Universitários, Xavier Vieira; o presidente da Associação Académica da Universidade da Beira Interior, Afonso Gomes e o presidente da Associação Desportiva do Ensino Superior de Lisboa, Gonçalo Rosmaninho.

 

Esta iniciativa decorreu à margem dos Jogos Europeus Universitários – Coimbra 2018, onde participam 23 clubes da Federação Académica do Desporto Universitário, que por via das vitórias ou das finais em Campeonatos Nacionais Universitários conquistaram um lugar nestes Jogos Europeus, a par da equipa da casa, a Associação Académica de Coimbra.

Coimbra conquista mais uma medalha. Minho luta pelo ouro no futsal

 

No penúltimo dia de competição dos Jogos Universitários Europeus, a Associação Académica de Coimbra/Universidade de Coimbra conquistou o bronze no rugby 7s feminino e a UMinho/AAUM garantiu um lugar na final do futsal masculino.

 

A equipa feminina de rugby 7s da AAC/Universidade de Coimbra subiu ao terceiro lugar do pódio, depois de vencer as compatriotas da Universidade do Porto por 15-0. A partida decorreu no seguimento da fase grupos, que colocou ambas as equipas na disputa pelo 3º lugar. Esta foi a décima medalha para a Universidade anfitriã.

 

Dentro do pavilhão, a equipa masculina da Universidade do Minho/AAUM vai disputar a final da competição de futsal após ter vencido, por 2-0, a Universidade Estatal de Tbilisi. Nilson Miguel, campeão europeu, foi uma peça importante para os minhotos pois marcou o primeiro golo da equipa, mote incentivador para todo o jogo.

 

Pelo caminho ficou a equipa da casa, que cedeu frente à Universidade de Málaga, por 4-1, depois de ter concluído a primeira parte empatada a uma bola. Uma expulsão e consequente marcação de grande penalidade ditou o inicio da derrota da equipa de Coimbra.

 

No basquetebol masculino a AAC/Universidade de Coimbra e a Universidade de Aveiro/AAUAv saíram derrotadas na disputa pelo 13º lugar. A AAC/UCoimbra defrontou a Universidade Democrática de Thrace (71-69) e a UAveiro/AAUAv jogou com a Universidade de Viena (76-49). As raparigas da Universidade do Porto/AEFADEUP, por sua vez, venceram a Universidade de Viena por 64-55.

 

Relativamente ao futebol, as estudantes da AAC/Universidade de Coimbra defrontaram a Universidade de Aveiro/AAUAv para tentar alcançar o 9º lugar numa partida que terminou empatada 3-3. Já em masculinos, a UPorto/AEFEUP cedeu por 3-1, na disputa pelo 9º lugar.

 

A final do futsal, entre a Uminho/AAUM e a Universidade de Málaga, está marcada para as 16h30, no Pavilhão 3 do Estádio Universitário de Coimbra.

Atletas olímpicos juntam-se nos Jogos Europeus Universitários

  

 

Fernando Pimenta, Susana Feitor e Nuno Delgado juntaram-se na Segunda-feira, 23 de julho, no Auditório Augusto Baganha, na Casa de Portugal, no Estádio Universitário de Coimbra, para discutirem as dificuldades da prática desportiva ao mais alto nível em conjunto com a frequência do Ensino Superior.

 

Os três atletas abordaram diversos assuntos relacionados com a passagem pelo mundo do Desporto Universitário, em particular a experiência que conseguiram, no contexto universitário, passar aos atletas mais novos.

 

Fernando Pimenta conquistou duas medalhas na Universíada de Kazan já enquanto medalhados olímpico, Susana Feitor foi chefe da missão em Taipé, depois de uma carreira recheada de conquistas e Nuno Delgado foi chefe de missão adjunto nos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

 

Também as dificuldades na conciliação das duas carreiras foram um dos temas em destaque, com os três desportistas a considerarem que, eventos como os Jogos Europeus Universitários contribuem para a sensibilização das academias para o esforço dos estudantes-atletas.

 

O judoca Nuno Delgado alertou ainda para a necessidade de adaptar, tanto o papel das instituições de Ensino Superior, como os calendários competitivos, às necessidades atuais dos estudantes-atletas.

 

Fernando Pimenta, campeão mundial de canoagem, considera vantajoso a abertura das modalidades às competições universitárias, valorizando ainda o exemplo da canoagem, com a existência da residência universitária de Montemor-o-Velho.

 

Susana Feitor, apelou a uma maior participação de ex-atletas na vida associativa das federações, por forma a transmitirem aos atletas de hoje a experiência adquirida, reconhecendo a importância dessas competências no decorrer das competições.

 

A conversa decorreu no Auditório Augusto Baganha, na Casa de Portugal, durante os Jogos Europeus Universitários, que estão a decorrer em Coimbra até Sábado, 28 de julho.

Judocas conquistam duas medalhas para Portugal

 

A competição de judo trouxe mais dois momentos de glória para o desporto universitário português com a conquista de duas medalhas no primeiro dia de finais.

 

A primeira a subir ao pódio foi Catarina Costa, estudante de medicina na Universidade de Coimbra, campeã europeia universitária em título e um dos nomes emergentes do judo nacional, que venceu Fjolla Kelmendi, da Universidade de Pristina, num combate no qual, depois de fazer o waza-ari, defendeu a sua vantagem para conquistar o ouro da categoria -48kg.

 

Já Rodrigo Lopes, atleta da Universidade de Lisboa/AEFML e também estudante de medicina, conquistou a prata após ter perdido na final perante o espanhol Joaquin Jimeno, da Universidade de Alicante, em -60kg.

 

No basquetebol masculino, a Universidade de Aveiro/AAUAv terminou a fase de grupos com uma derrota perante os sérvios da Universidade de Nis num jogo que terminou 76-59. Já a AAC/Universidade de Coimbra venceu a Universidade de Miskolc, por 69-66. As raparigas da Universidade do Porto/AEFADEUP perderam contra a Universidade de Educação Física da Hungria, por 72-56.

 

Relativamente ao futebol feminino, a AAC/Universidade de Coimbra perdeu com as suíças da Universidade de Lausanne, por 5-0, assim como a Universidade de Aveiro/AAUAv, que saiu derrotada contra a Universidade de Valência (4-2). A fase de grupos masculina encerrou com uma derrota da Universidade do Porto/AEFEUP, por 2-1, frente aos alemães da Universidade de Vechta e ainda com a AAC/UCoimbra a perder perante a Universidade de Split (2-1) .

 

O futsal terminou a fase de apuramento para os 16-avos de final com uma derrota da equipa feminina da AAC/Universidade de Coimbra perante as alemãs da Universidade de Wurzburg, por 4-2.

 

 

Pela Casa de Portugal, passou no 11º dia de competição, o presidente do Partido Social Democrata, Rui Rio, que esteve à conversa sobre Desporto Universitário.

Portugueses regressam às medalhas

 

Portugal voltou às medalhas nos Jogos Europeus Universitários e novamente no Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho.

 

O grande destaque vai para a dupla David Varela e Francisca Laia (AAC/UCoimbra), que venceu a medalha de ouro em K1 500 estafetas, prova na qual também competiram as duplas Hugo Figueiras/Sara Sotero (5º lugar), Francisca Carvalho/Luís Santos (6º lugar) e Marta Pinto/Adriano Conceição, da Universidade do Porto (9º lugar).

 

David Varela voltou a subir ao pódio para receber a medalha de prata de K1 1000, categoria na qual estavam também a participar, Henrique Cerqueira, da Universidade Nova de Lisboa (8º lugar), Adriano Conceição, da Universidade do Porto (9º lugar) e ainda o campeão olímpico e mundial Tom Liebscher, que conseguiu, com alguma vantagem, conquistar a medalha de ouro.

 

 

Bruno Afonso (AAC/UCoimbra) venceu a medalha de prata na prova de C1 1000, prova na qual competiram igualmente Rui Lacerda, da AAC/Universidade de Coimbra (4º lugar), Hélder Figueiras, da Universidade do Minho/AAUM (7º lugar) e Pedro Vieira, do Instituto Politécnico de Coimbra/AEESTeSC (8º lugar).

 

No basquetebol, a equipa masculina da AAC/UCoimbra estreou-se com uma derrota frente à Universidade de Sevilha, por 89-56. Já a Universidade de Aveiro/AAUAv venceu os alemães da Universidade de Munster, por 59-37. No setor feminino, a AAC/Universidade de Coimbra perdeu contra a Universidade de Tecnologia de Cracóvia, numa partida que terminou 67-33 e a Universidade do Porto/AEFADEUP perdeu igualmente com a Universidade de Viena, por 56-30.

 

Relativamente ao futebol feminino, o coletivo da AAC/UCoimbra perdeu por 4-3 com a Universidade de Frankfurt assim como a equipa masculina, que perdeu o embate com os russos da Academia de Educação Física e Turismo de Smolensk, por 4-1. Os rapazes da Universidade do Porto/AEFEUP venceram a Universidade de Vytautas Maguns, da Lituânia, por 1-0.

 

O futsal feminino iniciou-se com boas notícias para a Universidade de Évora/AAUE, que derrotou, por 7-1, a Universidade de Berna. Os atletas masculinos da Universidade do Minho/AAUM e da AAC/Universidade de Coimbra disputaram o segundo jogo da fase grupos, frente à Universidade Técnica de Ostrava, que venceram novamente por 5-3, e contra a Universidade Nacional Petro Moyla, que os académicos venceram por 2-0.

 

Pela Casa de Portugal passaram os presidentes das federações de desporto universitário de Angola, Cabo Verde e São Tomé e Principe, que estiveram em reunião com o presidente da FADU, Daniel Monteiro e com o vice-presidente, Francisco Duarte.

 

 

O chefe da missão portuguesa aos Jogos Olímpicos e atleta olímpico, José Garcia, também passou pela Casa de Portugal, para deixar a sua mensagem no Livro de Honra da FADU.

 

Presidente da FADU na Conferência de Reitores dos Jogos Europeus Universitários

 

A Conferência de Reitores abriu o programa educacional nos Jogos Europeus Universitários, em Coimbra. A iniciativa reuniu participantes de 40 instituições de Ensino Superior e contou com a participação do presidente da FADU, Daniel Monteiro, num dos painéis.

 

Daniel Monteiro abordou a questão das carreiras duais, uma das bandeiras da Federação Académica do Desporto Universitário, salientando que, a relação entre as estruturas de juventude, do desporto e da educação são a prioridade para que os estudantes-atletas possam ter cada vez melhores condições.

 

Para o presidente da FADU, a dinâmica desportiva dentro do Ensino Superior pode fazer-se a todos os níveis, não só enquanto atletas, mas também enquanto treinador, árbitro ou dirigente, considerando ainda essencial captar o maior número de estudantes oriundos do Ensino Secundário.

 

O estatuto estudante-atleta nacional foi também referido na intervenção de Daniel Monteiro, um documento que se encontra na fase final de aprovação por parte do executivo português. Esta foi aliás uma das novidades que foi trazida a público durante os Jogos Europeus Universitários.

 

 

A Conferência de Reitores encerrou com uma sessão plenária, na Sala dos Atos da Universidade de Coimbra. A iniciativa contou, entre outros, com a presença do Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, do presidente da EUSA, Adam Roczek, do presidente da FISU, Oleg Matytsyn e do reitor da Universidade de Coimbra, João Gabriel Silva.

 

Minho e Coimbra conquistam medalhas no futsal

 

A AAC/UCoimbra conquistou a medalha de bronze em futsal, depois de vencer a Universidade Estatal de Tbilisi, por 2-1. Já a Universidade do Minho/AAUM perdeu na final da competição, conquistando a medalha de prata, numa partida que ficou empatada e foi resolvida nos penáltis (6-5).

 

Vasco Ribeiro, guarda-redes da UMinho/AAUM, venceu o prémio de melhor guarda-redes da competição e figurou na “all star team”, juntamente com o colega Alexandre Ribeiro e Diogo Simões, da AAC/UCoimbra.

 

A AAC/Universidade de Coimbra foi a mais medalhada dos Jogos Europeus Universitários 2018, tendo subido ao pódio por 11 vezes para receber 5 medalhas de ouro, 2 de prata e 4 de bronze. Apesar de beneficiar do fator “casa”, estes números não deixam de ser reveladores da aposta no desporto universitário, não só na cidade de Coimbra, mas em todo o país. A Universidade do Porto venceu duas medalhas de ouro e a Universidade de Lisboa/AEFML trouxe consigo uma de prata.

 

Resultados:

Basquetebol

Masculino

AAC/Universidade de Coimbra 75-86 Universidade Jagellonian (POL) (Luta pelo 15º lugar)

Universidade de Aveiro/AAUAv 46-61 Universidade de Munster (Luta pelo 11º lugar)

Final: Universidade de Beykent (TUR) 75-92 Universidade de Bolonha (ITA)

Bronze: Universidade Tecnológica de Tallin (EST)

 

Feminino

AAC/Universidade de Coimbra 38-57 Universidade do Porto/AEFADEUP (Luta pelo 13º lugar)

Final: Universidade de Toulouse 53-63 Universidade de Viena

Bronze: Universidade de Estrasburgo

 

Futebol

Masculino

AAC/Universidade de Coimbra 0-1 Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia (Luta pelo 13º lugar)

Universidade do Porto/AEFEUP 4-0 Universidade de Erasmus de Amsterdão (Luta pelo 11º lugar)

Final: Universidade Estatal de Smolensk (RUS) 0-1 Universidade de Split (CRO)

Bronze: Universidade Borys Grinchenko (UCR)

 

Feminino

AAC/Universidade de Coimbra 4-0 Universidade Sogn og Fjordane (NOR)

Universidade de Aveiro/AAUAv 7-2 Universidade de Nijmegen

Final: Universidade de Montpellier 1-1 Universidade Federal da Sibéria (4-5 nos penaltis)

Bronze: Universidade de Frankfurt

 

Futsal

Feminino

AAC/Universidade de Coimbra 1-3 Universidade de Évora/AAUE (Luta pelo 7º lugar)

Final: Universidade de Alicante 2-2 Universidade Politécnica de Moscovo (7-6 penáltis)

Bronze: Universidade Jagiellonian

 

Masculino

Universidade da Beira Interior/AAUBI 7-2 Escola Norueguesa de Economia (Luta pelo 7º lugar)

AAC/Universidade de Coimbra 2-1 Universidade Estatal de Tbilisi (BRONZE)

Final: Universidade do Minho/AAUM 2–2 Universidade de Málaga (5-6 penáltis)

Bronze: AAC/Universidade de Coimbra

Clubes portugueses a um passo das finais de futsal

 

A AAC/Universidade de Coimbra e a Universidade do Minho/AAUM passaram hoje às meias-finais de futsal masculino, depois de vencerem, respetivamente, os compatriotas da Universidade da Beira Interior/AAUBI, por 5-1 e a Universidade de Belgrado, por 1-0.

 

Esta Sexta-feira, os minhotos vão defrontar a Universidade Estatal de Tbilisi enquanto a AAC/UC terá pela frente a Universidade de Málaga, possibilitando, caso ganhem ambas as equipas lusas, uma final portuguesa no futsal.

 

Por outro lado, as equipas femininas falharam a passagem às meias-finais da competição. A AAC/Universidade de Coimbra perdeu com a Universidade Estatal de Educação Vocacional da Polónia, por 3-2, e a Universidade de Évora/AAUE saiu derrotada perante a Universidade de Jagiellonian, por 5-4.

 

A AAC/UCoimbra não foi feliz no basquetebol, depois de perder, em masculinos e femininos, comprometendo as hipóteses de ficar em 9º lugar. Os rapazes saíram derrotados perante a Universidade de Haifa (72-76) e a equipa feminina perdeu contra as lituanas da Universidade de Vilnius (79-75). O coletivo feminino da Universidade do Porto/AEFADEUP perdeu igualmente com a Universidade de Marburg, por 50-66, enquanto os rapazes da Universidade de Aveiro/AAUAv somaram a única vitória portuguesa do dia, frente à Universidade Jagiellonian (68-66), da Polónia.

 

Relativamente ao futebol masculino, a equipa da AAC/UCoimbra saiu goleada da partida com a Universidade Babes Bolyai, por 5-1, tornando mais difícil a conquista de um lugar nas 10 primeiras posições da competição. No quadro feminino, a AAC/UCoimbra venceu as holandesas da Universidade de Nijmengen por 3-2 enquanto a UAveiro/AAUAv goleou a Universidade de Son og Fjordane, por 6-0.

 

No rugby masculino, a AAC/UCoimbra perdeu apenas uma das partidas que disputou hoje, frente à Universidade de Rennes, por 43-0. Os outros dois jogos resultaram num empate com a Universidade Ecológica de Bucareste (19-19) e numa vitória perante o Instituto de Tecnologia de Karlsruhe (33-7).

 

A Universidade do Porto perdeu com a Universidade San Jorge (27-0) e com a Universidade de Parma (19-12), saindo vitoriosa na última partida do dia, frente ao Instituto de Tecnologia de Karlsruhe (40-12). As raparigas da AAC/UCoimbra bateram as compatriotas da Universidade do Porto por 36-0 mas saíram derrotadas perante a Universidade de Rennes, num jogo que terminou 15-0. A Universidade do Porto perdeu com a Universidade de Sevilha, por 31-0.

 

 

Equipas portuguesas lutam por acesso à final

 

O décimo segundo dia dos Jogos Universitários Europeus ficou marcado pelo término do judo, que colocaram à prova os atletas das categorias de peso mais elevadas.

 

Pedro Silva, da Universidade de Lisboa/AEIST, perdeu nos quartos de final da categoria -100kg, mas através de dois combates de repescagem, o estudante-atleta conseguiu lutar pela medalha de bronze, que perdeu para Romas Petkus, da Universidade de Kaunas. Já Diogo Silva, da Universidade Nova de Lisboa, saiu derrotado nas meias-finais de +100kg, seguindo para a disputa do terceiro lugar que, à semelhança do colega, perdeu para o alemão Benjamin Bouizgarne.

 

No futsal, as notícias são bastante positivas. A AAC/Universidade de Coimbra venceu, por 3-2, o Instituto de Tecnologia de Israel e a Universidade da Beira Interior/AAUBI ganhou frente aos checos da Universidade Técnica de Ostrava (4-3), passando ambas aos quartos de final da competição. A Universidade do Minho/AAUM defrontou a Universidade de Reims Champagne Ardenne, numa partida renhida que, depois de terminar 2-2, foi resolvida nas grandes penalidades com a vitória a cair para o lado minhoto (5-4). O campeão europeu Nilson Miguel alinhou hoje pela equipa nortenha, que segue assim para os quartos de final da competição.

 

Hoje começou ainda a competição de rugby 7’s e a equipa masculina da AAC/Universidade de Coimbra perdeu os dois primeiros jogos da fase de grupos, frente à Universidade San Jorge (14-12) e à Universidade do Porto (34-12). Os conimbricenses jogaram ainda uma terceira partida, contra a Universidade de Parma, que terminou empatada 12-12. A Universidade do Porto venceu o primeiro embate, por 26-12, frente aos alemães Instituto de Tecnologia Asche mas acabou por sair derrotada perante a Universidade de Rennes, poe 33-0.

 

No quadro feminino, a AAC/UCoimbra começou bem o dia depois de uma vitória confortável frente às compatriotas da Universidade do Porto (32-0) mas perdeu o segundo encontro, contra a Universidade de Rennes, por 34-0. Já a Universidade do Porto perdeu ambas as partidas, frente à Universidade de Sevilha (50-0) e à Universidade de Rennes (43-0).

 

 

Canoagem e Judo aumentam contagem de medalhas para Portugal

 

O segundo e último dia de finais da canoagem revelou-se igualmente positivo para a Associação Académica de Coimbra/Universidade de Coimbra, que conquistou mais três medalhas na competição, disputada no Centro de Alto Rendimento de Montemor-o-Velho. Também no Judo, as equipas portuguesas conquistaram já as primeiras medalhas.

 

Francisca Laia subiu duas vezes ao pódio, ambas para receber a medalha de ouro, em primeiro lugar na categoria K1 200 femininos e depois acompanhada por David Varela, em K2 200 mistos. Nesta última, Hugo Figueiras e Sara Sotero, também da AAC/UCoimbra, subiram ao pódio para receber a medalha de bronze, depois de terminarem a prova na terceira posição.

 

No judo, o primeiro dia de competição trouxe uma medalha de ouro para a AAC/Universidade de Coimbra, representada pela dupla Inês Moreira/João Patrício, que venceu o Torneio Nage-no-kata, com uma pontuação de 384 pontos.

 

No basquetebol masculino, a AAC/Universidade de Coimbra esteve perto da vitória frente aos eslovenos da Universidade de Primorska, numa partida que terminou 85-80. A equipa feminina, à semelhança dos colegas, perdeu frente à Universidade Bahcesehir, por 59-45. O coletivo masculino da Universidade de Aveiro/AAUAv saiu derrotado perante a Universidade de Tecnologia de Tallin, por 81-53, enquanto a equipa feminina da U.Porto/AEFADEUP perdeu com as romenas da Universidade de Pitesti, por 78-60.

 

Relativamente ao futebol feminino, a Universidade de Aveiro/AAUAv perdeu frente à Universidade de Viena, por 4-2, assim como os rapazes da Universidade do Porto/AEFEUP, que saíram derrotados, por 1-0, perante os ucranianos da Universidade Borys Grinchenko. A equipa masculina da AAC/Universidade de Coimbra empatou com Universidade Norueguesa da Ciência e Tecnologia, por 2-2.

 

A AAC/Universidade de Coimbra venceu confortavelmente a Escola Norueguesa de Economia em futsal masculino num jogo que terminou com um 4-0. O futsal feminino trouxe uma goleada para a Universidade de Évora, que bateu as alemãs da Universidade de Munster, por 5-0. Os rapazes da Universidade do Minho/AAUM terminam a fase de grupos com um pleno de vitórias, depois de vencerem a Universidade de Poitiers, por 4-2. Já a Universidade da Beira Interior/AAUBI quebrou o seu registo, perdendo com a Universidade de Belgrado por 6-3.

 

Pela Casa de Portugal passaram os olímpicos Fernando Pimenta, Nuno Delgado e Susana Feitor, todos eles medalhados universitários. Mais tarde foi a vez da presidente do CDS, Assunção Cristas, também ter visitado o espaço. 

 

 

Sábado animador para as equipas nacionais

 

 

O oitavo dia de competição dos Jogos Europeus Universitários foi positivo para as equipas portuguesas, tanto na canoagem como no futsal, modalidades que iniciaram a sua competição no Sábado.

 

No que diz respeito à canoagem, depois da primeira ronda, os atletas da AAC/Universidade de Coimbra, Nuno Cruz, Luís Santos e Tiago Viegas conseguiram o 1º, 2º e 3º lugar das meias-finais, enquanto o estudante-atleta, Adriano Conceição, da Universidade do Porto, terminou na oitava posição de K1 1000 metros masculinos.

 

Na segunda meia-final, Hugo Cerqueira, da Universidade Nova de Lisboa, ficou com o 3º lugar, David Varela, da AAC/UCoimbra terminou em 5º e Gonçalo Neves, do Instituto Politécnico de Coimbra/AEESTSC fixou-se no sétimo lugar. Nas semi-finais femininas de K1 500 metros, a atleta Sara Sotero, também da AAC/UCoimbra, terminou em segundo lugar e Marta Pinto, da Universidade do Porto conseguiu a terceira posição do quadro.

 

Por último, as meias-finais mistas de de K1 500m foram recheadas de presenças portuguesas com a dupla Francisca Carvalho/Luís Santos a conquistar o 1º lugar para a equipa da casa, seguindo-se Marta Pinto e Adriano Conceição a ocupar a terceira posição. Maria Cabrita e Tiago Viegas ficaram em 4º lugar e a dupla Cindy Rigor/Nuno Cruz terminaram na quinta posição, sendo que ambos os pares representam a AAC/Universidade de Coimbra. Isto depois de nas eliminatórias a olímpica Francisca Laia, em dupla com David Varela, ter conquistado o 1º lugar e garantido o apuramento direto para a final.

 

Sendo assim, os apurados para as finais A de Domingo são, David Varela (AAC/UCoimbra), Adriano Conceição (U.Porto) e Henrique Cerqueira (NOVA) em K1 1000 masculinos. Em C1 100 masculinos, Bruno Afonso e Rui Lacerda (AAC/UC), Hélder Figueiras (U.Minho/AAUM) e Pedro Vieira (IPC/AEESTSC), vão disputar as medalhas.

 

Em K1 500 femininos, Sara Sotero (AAC/UC) e Marta Pinto (U.Porto) vão disputar o ouro e nos K1 500 mistos, Francisca Laia/David Varela (AAC/UC), Hugo Figueiras/Sara Sotero (AAC/UC), Francisca Carvalho/Luís Santos (U.Porto), Marta Pinto/Adriano Conceição (U.Porto) vão lutar pelo título europeu universitário.

 

 

 

No futsal, os resultados são igualmente animadores, com as equipas nacionais a começarem todas com vitórias. A Universidade do Minho/AAUM derrotou os alemães da Universidade de Ciências Aplicadas Rhine-Waal, por 10-1. Quem também goleou no primeiro dia de competição foi a Universidade da Beira Interior/AAUBI, que bateu a Universidade de Varsóvia, por 7-1. A AAC/Universidade de Coimbra venceu igualmente a Universidade Nacional Técnica de Atenas, numa partida que terminou com um 6-3.

 

No Sábado, a Casa de Portugal recebeu uma delegação da cidade chinesa de Tianjing, que vai receber a Liga Mundial Universitária de Futebol em 2019, bem como o presidente da Federação Portuguesa de Canoagem, Vitor Félx. O Domingo marca o inicio do futebol, do basquetebol e também do futsal feminino, que se juntam assim à canoagem e ao futsal masculino.

 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?