II TA Futsal f: Surpresas dentro das 4 linhas



8 e 9 de Março, 8 equipas de Futsal feminino juntaram-se para um confronto decisivo. Este foi o II Torneio de Apuramento da modalidade e determinou quem segue em frente na competição.

A jogar em casa, a Associação Académica de Coimbra (AAC) tinha a responsabilidade de igualar o 1º lugar, obtido no I TA. Contudo, a Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD) alterou um pouco as contas.

Após três vitórias, sempre por 4-1 na Fase de Grupos, a AAUTAD chegou facilmente às meias-finais, onde encontrou a equipa da Associação Académica da Universidade de Évora (AAUÉ), uma das grandes surpresas do torneio. A AAC também venceu todos os primeiros jogos e encontrou a equipa da Associação Académica da Universidade do Algarve (AAUAlg) na meia-final.




Com a vitória de Vila Real e de Coimbra, repetiu-se o encontro do I TA. Contudo, a AAUTAD foi mais forte neste último teste e, apesar de estar a perder no início da 2ª parte, deu a volta ao jogo e venceu por 2-1.

As ausências mais notadas nas meias-finais foram a da Associação Académica da Universidade da Beira Interior (AAUBI), campeã em título, e do Instituto Politécnico de Leiria, medalha de Bronze na época 2010/11.




Neste momento, Vila Real, Coimbra e Évora garantem um lugar na fase final.


AAC vs AAUTAD

Marisa Carrasqueira é estudante do curso de Gestão na Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e tem como grande paixão o Futsal.

Fora da “Cidade dos Estudantes”, joga pela camisola do Grupo Recreativo Vilaverdense, junto com outras 4 colegas da AAC. “Já que não temos muito espaço para treinar, aulas e equipa federada, o facto de estarmos juntas e de conhecermos a nossa forma de trabalhar, facilita muito a nossa participação como equipa no universitário”, refere.

Sobre este TA, conta que a Briosa teve alguma sorte com as equipas que defrontaram, pois “era um grupo acessível”. A facilidade encontrada na fase de grupos e a vitória contra as algarvias na meia-final, não amoleceu a postura da AAC.

“Entramos a ganhar mas sabíamos que ia ser um jogo muito complicado, tendo em conta que já as tínhamos defrontado na final do I TA. Não ganhámos desta vez mas estamos apuradas para a fase final e esse era o nosso objetivo”, comenta Marisa.

Visto a possibilidade da atual Campeã em título não ser apurada para a fase final, isso acrescenta alguma facilidade na conquista do título? “A nossa equipa já está habituada a chegar aos torneios e ter consciência que nunca é fácil. Neste momento, temos perfeita noção que o mais difícil vai ser vencer a AAUTAD, que é cabeça de série, caso nos encontremos na fase final”, confessa.

e-max.it: your social media marketing partner
 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?