Seminário FISU: Comunicação é fator de Sucesso



O 2º dia do Seminário da FISU arrancou com as primeiras apresentações, muito sumárias, do trabalho que é desenvolvido por outros departamentos na estrutura da FISU e dos respetivos responsáveis. Dando a conhecer o trabalho transversal que esta federação desenvolve e algumas áreas onde podem intervir e colaborar com as organizações dos Mundiais Universitários.

Da parte desportiva foi apresentada a estrutura para as Universíadas de Verão e para as Universíadas de Inverno, também o departamento educacional apresentou o leque de ações que desenvolve ao longo do ano e outras que podem ser integradas nos programas dos Mundiais e finalmente o recentemente criado departamento de desenvolvimento, que tem tido como objetivo o trabalho a nível continental.

Uma parte significativa do programa do 2º dia foi dedicado à área da comunicação e media, demonstrando a importância que a FISU está cada vez mais a dar a esta vertente como fator de sucesso nas suas organizações. Tivemos em destaque a comunicação na perspetiva de: promover o evento antes e durante a sua realização, a transmissão televisiva e livestreaming, a relação com os media e a sua importância e os social media como fator crítico de visibilidade.

Na vertente da promoção o CMU Equestre que a Alemanha recebeu em 2012, mostrou a importância de uma boa promoção para o sucesso do evento, não só durante o mesmo mas a iniciar muito antes da sua realização, com a disponibilização da página de internet, a página no Facebook, o envio regular de newsletters, etc., o que certamente contribuiu para o aumento no número de países e atletas participantes e uma média de 2000 espetadores durante as provas.

A parceria com a Eurosport e a estratégia que está a ser seguida, foi apresentada pelo diretor da FISU para esta área como essencial para um novo nível de exposição mediática a uma escala nunca antes vista, do qual todos os CMU poderão beneficiar. Mas também aproveitou, dando como exemplo de sucesso o CMU de Futsal que Portugal recebeu, para referir o livestreming como uma janela de oportunidade de chegar a um vasto auditório recorrendo a um meio mais acessível mas que chega facilmente ao segmento académico.

O CMU de Futsal 2012, realizado em Braga, foi mesmo um dos destaques deste seminário. Também com algumas referências ao CMU de Xadrez, que se realizou em simultâneo em Guimarães, Fernando Parente, apresentou a importância que cada vez mais os social media e a internet, num conceito mais global, têm para o sucesso dos eventos desportivos, na sua capacidade de exposição, penetração e audiência. Deu a conhecer a estratégia seguida nestes dois mundiais na utilização da internet, para atingir este sucesso, com especial ênfase na página de facebook que potenciou a sua promoção, transmitindo na hora tudo o que acontecia no evento, nomeadamente durante o mesmo com o acompanhamento em direto dos jogos, com comentários na hora, além do livestreaming já referido como forma de chegar ao público de qualquer parte do mundo.

Numa vertente diferente de comunicação mas também de controlo, mais formal, entre os comités organizadores e as federações nacionais de desporto universitário, o período da tarde foi praticamente todo dedicado ao funcionamento do sistema de acreditação implementado em 2012 pela FISU. A empresa responsável por esta aplicação e desenvolvimento demonstrou os melhoramentos feitosdesde o ano passado e as funcionalidades ao dispor dos comités organizadores para acompanhamento e registo das inscrições e impressão das credenciais.




O Seminário deste ano, adotando um modelo ligeiramente diferente de anos anteriores, permite notar uma maior preocupação da FISU em criar fortes elos de proximidade entre a sua estrutura e os comités organizadores dotando-as de conhecimentos e ferramentas que serão muito úteis às organizações, com o departamento responsável pelos Mundiais Universitários, liderado pelo português Paulo Ferreira, a estar permanentemente disponível para responder às solicitações e preocupações das entidades organizadoras, um trabalho que pese embora a supervisão e regulação que compete à FISU, tem sido sobretudo de partilha e colaboração.

Da parte de Portugal o legado destas participações acaba por ser essencial para as organizações que estão em marcha, mas também para que o futuro continue a ver surgir novos projetos de candidaturas e organizações internacionais, com qualidade e com capacidade, sendo que a presença dos responsáveis da FADU é determinante nessa aprendizagem e ensinamento, ao mesmo tempo em que se recolhem ferramentas importantes que, inclusive, podem ser implementadas, com as devidas adaptações à realidade nacional.

Neste sentido a FADU irá disponibilizar em breve alguma da documentação e informações recolhidas neste seminário, a fim de transmitir às futuras entidades interessadas em se candidatarem e organizarem provas internacionais.

e-max.it: your social media marketing partner
 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?