Notícias

Universidade do Porto venceu troféu coletivo em atletismo ar livre

 

O Estádio Municipal de Leiria Dr. Magalhães Pessoa e o Centro Nacional de Lançamentos, em Leiria, acolheram o primeiro dia de provas do Campeonato Nacional Universitário de atletismo ar livre. A Universidade do Porto (U.Porto) ganhou o troféu coletivo, ficando a Universidade Nova de Lisboa (NOVA) em segundo lugar e tendo a Associação Académica de Coimbra (AAC) completado os lugares de pódio, conquistando o troféu de bronze.

 

Durantes o primeiro dia de competição, foram batidos os recordes nacionais universitários de lançamento de disco feminino, por intermédio de Irina Rodrigues da AAC (59,21) que bateu a marca de 45.27 alcançado por Juliana Pereira da Associação de Estudantes da Escola Superior de Comunicação Social (AEESCS) na época 16/17. Evelise Veiga, do Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) fez 6.13 m no salto em comprimento feminino, e é atual recordista nacional.

 

Neste Campeonato Nacional Universitário de Atletismo ar livre, no segundo dia, foram também batidos os recordes dos 800 metros masculino (Bernardo Pereira, IPLeiria, 1 5 5,77) e feminino (Salomé Afonso, NOVA, 2 07,44), do lançamento de disco na prova masculina (Edujose Lima, Associação Académica da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, 52,67), nos 3 000 metros obstáculos masculino (Ricardo Ferreira, Associação de Estudantes do ISCTE, 9 13,12) e Ana Oliveira, no triplo salto feminino (13,00 +0,3), atleta-estudante da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas. No salto em comprimento, na prova masculina, André Silva (P.Porto) igualou o recorde até ao momento, de 7,37. 

 

 

Confira todos os pódios:

 

Lançamento martelo feminino

1 - Ana Granja (AAUM) 42,39

2 - Mariana Pinto (U.Porto) 33,51

3 - Joana Guimarães (AAUAv) 27,73

 

Salto vara masculino

1 - Gonçalo Uva (AEFMH) 4,40

2 - Tomás Marreiros (IPLeiria) 4,30

3 - Pedro Guimarães (P. Porto) 3,50

 

Triplo salto masculino

1 - André Silva (P.Porto) 14,10 - 0,9

2 - Paulo Conceiçao (NOVA) 13,74 - 1,8

3 - João Duarte (U.Porto) 13,67 +0,1

 

Lançamento dardo masculino

1 - Álvaro Pereira (U.Porto) 55,62

2 - José Gonçalves (U.Porto) 53,55

3 - Carlos Bornes (AAUAv) 46,49

 

100 m planos feminino

1 - Sofia Duarte (IPSantarém) 12,26

2 - Rute Mota (IPLeiria) 12,79

3 - Inês Cruz (AM) 12,88

 

100 m planos masculino

1 - João Pinto (IPLeiria) 1 1,04

2 - Pedro Silva (U.Porto) 1 1,14

3 - Tiago Gonçalves (NOVA) 1 1,34

 

400 m planos feminino

1 - Beatriz Gameiro (AEFCL) 59,33

2 - Elisabete Silva (AEESEC) 59,57

3 - Nicolle Santos (AEISCTE-IUL) 59,77

 

400 m planos masculino

1 - Bernardo Pereira (IPLeiria) 49,09

2 - Diogo Cardoso (AAULHT) 49,09

3 - Pedro Mirassol (AAC) 49,95

 

1500 m feminino

1 - Andreia Pingueiro (AAC) 4,27

2 - Rute Simões (P.Porto) 7,01

3 - Patrícia Oliveira (AEUFP) 7,08

 

1500 m masculino

1 - Rodrigo Franco (AEIST) 4 01,35

2 - Filipe Franqueiro (AAUBI) 4 02,67

3 - Jorge Aido (U.Porto) 4 10,42

 

Salto altura masculino

1 - Paulo Conceição (NOVA) 2,00

2 - Nélson Pinto (AAC) 1,95

3 - Tiago Martins (AAUAv) 1,90

3 - João Duarte (U.Porto) 1,90

 

Lançamento peso masculino

1 - Daniel Santiago (AEISEL) 15,76

2 - Edujose Lima (AAULHT) 15,48

3 - Carlos Bornes (AAUAv) 12,51

 

Salto em comprimento feminino

1 - Evelise Veiga (IPLeiria) 6,13

2 - Mariana Novo (U.Porto) 5,31

3 - Scarlett Saleiro (IPVC) 5,28

 

Lançamento disco feminino

1 - Irina Rodrigues (AAC) 59,21

2 - Juliana Rei (U.Porto) 33,34

3 - Ana Granja (AAUM) 31,09

 

100 m planos feminino

1 - Sofia Duarte (IPSantarém) 12,26

2 - Rute Mota (IPLeiria) 12,79

3 - Inês Cruz (AM) 12,88

 

100 m planos masculino

1 - João Pinto (IPLeiria) 1 1,04

2 - Pedro Silva (U.Porto) 1 1,14

3 - Tiago Gonçalves (NOVA) 1 1,34

 

3000 m obstáculos feminino

1 - Laura Taborda (AEFA) 10.40,40

2 - Catarina Carmo (NOVA) 11.22,74

3 - Daria Melnyk (AEFMH) 11.26,56

 

5000 m feminino

1 - Joana Ferreira (IPLeiria) 17.16,65

2 - Laura Regalado (U.Porto) 17.41,69

3 - Bárbara Oliveira (AAUAv) 17,47.87

 

5000 m masculino

1 - Carlos Costa (AAC) 15.54,03

2 - Nuno Ferreira (AAUBI) 16.03,88

3 - António Barros (AAUBI) 16.09,54

 

10 000 m marcha feminino

1 - Nádia Cancela (AEULP) 49.42,59

2 - Maria Bernardo (AEFBAUL) 49.42,69

3 - Ana Monteiro (AEESSEM) 53.45,57

 

10 000 m marcha masculino

1 - Amaro Teixeira (AAUBI)

2 - Ricardo Opinião (AAUBI)

 

Lançamento martelo masculino

1 – Bernardo Oliveira (NOVA) 47,24

2 – Vasco Alves (IPVC) 44, 42

3 – Sérgio Carvalho (AAC) 40,91

 

Triplo salto feminino

1 – Ana Oliveira (AEISCSP) 13,00 +0,3

2 – Suzana Cruz (AAC) 12,25 +0,4

3 – Mariana Novo (U.Porto) 11,54 -0,1

 

Lançamento peso feminino

1 – Juliana Rei (U.Porto) 10,41

2 – Mariana Santos Gil (AEFMH) 9,46

3 – Patrícia Vaz (AAC) 8,94

 

400 m barreiras feminino
 
1 – Elisabete Silva (AEESEC) 6 4, 84
 
2 – Ana Ricardo (U.Porto) 6 8,11
 
3 – Danía Furk (NOVA) 6 8,20

 

400 m barreiras masculino

1 – Daniel Almeida (AAUBI) 5 9,49

2 – Gonçalo Rocchi (U.Porto) 6 1,72

3 – João Ferreira (AAUAv) 6 1,83

 

3000 m obstáculos masculino

1 – Ricardo Ferreira (AEISCTE) 9 13,12

2 – Afonso Simão (AEISCTE) 9 27,05

3 – Eduardo Oliveira (NOVA) 9 44,77

 

Salto vara feminino

1 – Beatriz Baptista (U.Porto) 3,40

2 – Sofia Carneiro (P.Porto) 3,30

3 – Francisca Villas-boa (U.Porto) 3,00

 

100 m barreiras feminino

1 – Raquel Lourenço (NOVA) 1 4,87

2 – Mariana Conde (AAUAv) 1 6,49

3 – Axelle Hauwaert (AAUAlg) 1 6,97

 

200 m planos feminino

1 – Sofia Duarte (IPSantarém) 25,43

2 – Rute Mota (IPLeiria) 26,32

3 – Inês Cruz (A.Militar) 26,89

 

200 m planos masculino

1 – Carlos Nascimento (U.Porto) 2 1,85

2 – João Pinto (IPLeiria) 2 2,14

3 – Tiago Gonçalves (NOVA) 2 2,55

 

100 m barreiras feminino

1 – Raquel Lourenço (NOVA) 1 4,87

2 – Mariana Conde (AAUAv) 1 6,49

3 – Axelle Hauwaert (AAUAlg) 1 6,97

 

110 m barreiras masculino

1 – Rafael Correia (IPLeiria) 1 5,07

2 – Manuel Fernandes (AAUM) 1 6,65

3 – Tomás Ferreira (AAC) 1 6,71

 

Lançamento dardo feminino

1 – Cláudia Ferreira (U.Porto) 46,80

2 – Flávia Costa (AAUTAD) 39,56

3 – Marta Batalha (AEIST) 35,34

 

Salto altura feminino

1 – Ana Oliveira (AEICSP) 1,64

2 – Miriam Tavares (AAUAv) 1,58

3 – Elsa Gomes (U.Porto) 1,50

 

Lançamento disco masculino

1 – Edujose Lima (AAULHT) 52,67

2 – Daniel Santiago (AEISEL) 40,74

3 – José Gonçalves (U.Porto) 36,90

 

Salto comprimento masculino

1 – André Silva (P.Porto) 7,37 -0,7

2 – Francisco Serra (AAULHT) 6,68 +0,9

3 – Tomás Ferreira (AAC) 6,35 +0,2

 

800 m feminino

1 – Salomé Afonso (NOVA) 2 07,44

2 – Margarida Silva (NOVA) 2 1 4,92

3 – Francisca Cantante (AAC) 2 1 5,50

 

800 m masculino

1 – Bernardo Pereira (IPLeiria) 1 5 5,77

2 – Tiago Vieira (NOVA) 1 5 6,00

3 – Jorge Aido (U.Porto) 1 5 7,77

 

Estafeta medley feminino

1 – Raquel Lourenço, Danía Furk, Margarida Silva e Salomé Afonso (NOVA)

2 – Patrícia Vaz, Raquel Cantante, Andreia Pingueiro e Francisca Cantante (AAC)

3 – Ana Rodrigues, Cátia Rodrigues, Patrícia Alminhas e Joana Silva (AAUBI)

 

Estafeta medley masculino

1 – Carlos Nascimento, Pedro Silva, Gonçalo Rocchi e Ricardo Reis (U.Porto)

2 – João Casegas, Eduardo Oliveira, Tiago Vieira e Tiago Gonçalves

3 – Rafael Correia, João Pinto, Marco Gameiro e Bernardo Pereira (IPLeiria)

 

Troféu coletivo

1 – U.Porto

2 – NOVA

3 – AAC

Minho levou mão cheia de ouro e Aveiro não foi de mãos a abanar

 

O último dia das fases finais dos Campeonatos Nacionais Universitários (CNU) ficou marcado pela emoção das decisões finais em seis modalidades. Em grande destaque estiveram a Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM), que ganhou cinco troféus de ouro, e a Associação Académica da Universidade de Aveiro (AAUAv), vencedora no basquetebol feminino.

 

O voleibol masculino foi o primeiro a entrar em campo. A AAUM bateu a Associação dos Estudantes do Instituto Superior Técnico (AEIST) por 3-1, e levantou o troféu no pavilhão de Azurém. Apesar da vitória no segundo set, a formação de Lisboa não conseguiu contrariar a ofensiva da academia minhota e ficou com o segundo lugar da prova. ‘Foi uma vitória complicada, mas conseguimos alcançá-la com muita dedicação e trabalho’, afirmou Tiago Marques, capitão da formação minhota, um rosto feliz, acentuado pelo facto de ser um troféu inédito na competição.

 

O Centro de Atividades Recreativas Taipense foi o palco da final de hóquei em patins. A final contou com a presença da turma do Minho e da NOVA, tendo a equipa da casa vencido por 1-0, garantindo o ouro. O treinador, José Pedro Silva, fez um balanço final: ‘sentimos mais apoio, tanto da parte da organização como da parte do clube’. Por outro lado, Alexandre Pontes, capitão dos minhotos, confessou que ‘a equipa já andava atrás deste título há uns bons anos’.

 

Em Azurém jogou-se a decisão final do futsal feminino entre a AAUM e a Associação de Estudantes da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (AEFADEUP). A equipa do Minho venceu a formação da invicta por 3-0, assegurando o primeiro lugar da prova. ‘Inicialmente não acreditávamos que fosse possível vencer os CNU, mas à medida que fomos jogando, fomos acreditando cada vez mais’, referiu Ana Paula Costa, capitã de equipa. Relativamente ao desfecho final, o treinador Luís Silva classificou o momento como ‘gratificante’, sendo ‘a grande prestação defensiva’ o ingrediente chave para o sucesso da sua equipa.

 

No basquetebol feminino, a Associação Académica da Universidade de Aveiro (AAUAv) venceu a NOVA por 72-45, levantando a taça que lhes escapou no ano passado. Num jogo em que as aveirenses tiveram sempre na frente do marcador, as duas equipas deram uma boa réplica da modalidade de basquetebol. A capitã Ana Raimundo, do conjunto de Aveiro, desejou que as colegas que vierem ‘aproveitem e disfrutem sempre esta oportunidade’, uma vez que este é o último ano da atleta nos CNU. ‘Isto é resultado do esforço e dedicação do trabalho delas, tanto nos clubes como na AAUAv’, disse José Guerreiro, timoneiro das aveirenses.

 

No futebol masculino, só nos descontos é que a partida ficou decidida. Quando já todos pensavam no prolongamento, a AAUM fez mexer as redes da baliza da Associação Académica da Universidade de Évora (AAUE), com um golo de cabeça, e venceu por 1-0. Foi um balde de água fria para a equipa alentejana. Esta é a quinta vez que os minhotos conquistam o ouro no futebol. ‘Acima de tudo a equipa vale pela amizade, união e pelo orgulho de representar uma universidade que sempre nos deu tudo’, disse no final o capitão da AAUM, José Silva. Na mesma senda, o treinador, Michael Ribeiro, revelou o seu estado de espírito: ‘ganhar a final é ver o esforço de toda a equipa recompensado e eles merecem pelo esforço, trabalho e talento que têm’.

 

No andebol, a academia minhota começou a fabricar desde cedo uma vantagem sobre a Associação Académica da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, tendo saído vitoriosa por 50-27. A equipa da casa revalidou o título conquistado no ano passado, contribuindo para mão cheia de ouro da AAUM nas modalidades da segunda semana. ‘Fechamos com chave de ouro’, resumiu o treinador da equipa do Minho, Eduardo Fernandes, satisfeito por ter correspondido às expetativas que tinham para esta final. ‘Festejar em casa, e para mim em Guimarães de onde sou natural, é ainda mais especial!’, concluiu o capitão da AAUM, Nuno Silva.

 

Confira todos os resultados:

 

Voleibol masculino

AEFEUP 3-0 AAC (25-19, 25-15 e 27-25) – 3º/4.º Lugar

AEIST 1 - 3 AAUM (16-26, 25-21, 13-25 e 24-26) – Final

 

Hóquei em patins

AAUAv 9 - 3 FAIPL – 3.º/4.º Lugar

AAUM 1 - 0 NOVA - Final

 

Futsal feminino

AAUE 2 - 0 AEIST – 3.º/4.º Lugar

AAUM 3 – 0 AEFADEUP – Final

 

Basquetebol feminino

FAIPL 55 - 60 AAUM – 3.º/4.º Lugar

NOVA 45 - 72 AAUAv - Final

 

Andebol masculino

AEFADEUP 31 – 40 AEFEP – 3.º/4.º Lugar

AAUM 50 - 27 AAULHT - Final

 

Futebol

AEISCTE-IUL 1 - 1 AAC (5 - 6 após g.p.) – 3.º/4.º Lugar

AAUE 0 – 1 AAUM – Final

Candidatos a campeões ficaram hoje decididos

 

Hoje foi dia de grandes decisões nas fases finais dos Campeonatos Nacionais Universitários 2019, uma vez que ficaram decididas as finais de futebol, andebol masculino, voleibol masculino, basquetebol feminino, futsal feminino e hóquei em patins. Os jogos estão marcados para esta sexta-feira.

 

No futebol, a Associação Académica da Universidade de Évora (AAUE) venceu a Associação de Estudantes do ISCTE-IUL, apurando-se para a final da modalidade. Ainda a contar para as meias-finais, a Associação Académica de Coimbra (AAC) foi derrotada pelos anfitriões da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM), que defronta a formação de Évora na grande final.

 

A final de andebol masculino será disputada entre a AAUM e a Associação Académica da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (AAULHT). A equipa do Minho derrotou a Associação de Estudantes da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (AEFADEUP) por 41-28 apurando-se para a final e o segundo encontro das meias-finais terminou com a vitória da AAULHT frente à Associação de Estudantes da Faculdade Economia da Universidade do Porto (AEFEP).

Nas meias-finais do futsal feminino a equipa da AAUE perdeu contra a equipa da AAUM, juntando-se à Associação de Estudantes do Instituto Superior Técnico (AEIST), que também saiu derrotada, na luta pelo terceiro lugar. A grande final está marcada para o meio-dia desta sexta-feira, no Complexo Desportivo de Azurém e juntará as equipas da AAUM e da AEFADEUP.

 

O pavilhão do Inatel vibrou com as meias-finais do voleibol masculino em que a AEIST venceu a Associação de Estudantes da Faculdade de Engenharia do Porto (AEFEUP) por 3-2. No encontro seguinte a AAUM venceu a AAC, marcando assim o encontro na grande final frente à AEIST. A final tem transmissão em direto no Porto Canal, a partir das 10 horas.

 

Depois da vitória da equipa da AAUM frente à Associação Académica da Universidade de Aveiro (AAUAv), na modalidade de hóquei em patins, a equipa da casa junta-se aos atletas da Universidade Nova de Lisboa na grande final marcada para as 11h30, final com transmissão em direto no Facebook da FADU.

 

No basquetebol feminino a equipa da NOVA venceu a Federação Académica do Instituto Politécnico de Lisboa, apurando-se para a final onde se vai encontrar com a equipa da Associação Académica da Universidade de Aveiro. A final de basquetebol feminino é um dos dois jogos com transmissão em direto no Porto Canal, a partir das 16 horas. 

 

A pensar nos encontros das finais, atletas, treinadores, oficiais e organização juntaram-se no final desta tarde, numa reunião onde as palavras de ordem foram o fairplay e a elevação do desporto universitário.

 

Confira a lista de resultados completa:

Futebol

AEISCTE-IUL 0 - 3 AAUE

AAUM 1 - 0 AAC

 

Andebol masculino

AAUM 41 - 28 Aefadeup

AEFEP 33 - 34 AAULHT

 

Futsal feminino

AAUM 5 - 3 AAUE

AEIST 1 - 2 AEFADEUP

 

Voleibol masculino

AEIST 3 - 2 AEFEUP (25 - 21) ( 20-25) (25-15)(17-25) (17-15)

AAC 0- 3 AAUM  (20-25) (17-25) (21-25)

 

Hóquei em Patins

AAUAV 1 - 1 AAUM (g.p. 2-3)

NOVA 6 - 2 FAIPL

 

Basquetebol Feminino

FAIPL 58 - 70 NOVA

AAUAv 68 - 42 AAUM

Estreia no hóquei em patins e definidas equipas dos quartos de final

 

Esta terça-feira ficou marcada pela estreia do hóquei em patins nas fases finais dos Campeonatos Nacionais Universitários, com quatro equipas a dar o pontapé de saída, uma vez que a Associação Académica de Coimbra (AAC) desistiu da competição. O Politécnico do Porto começou com o pé direito frente ao Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria), com uma vitória por 3-0, e a Associação Académica da Universidade de Aveiro (AAUAv) empatou frente à Federação Académica do Instituto Politécnico de Lisboa (FAIPL).

 

No futsal feminino há a destacar as vitórias folgadas da Associação Académica da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (AAULHT), que venceu a Associação Académica da Universidade de Évora (AAUE) por cinco golos sem resposta, e a vitória por 2-8 da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) sobre a equipa da Associação de Estudantes da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (AEFADEUP).

 

No futebol a Associação de Estudantes da Faculdade de Economia da Universidade Nova de Lisboa (AEFEUNL) venceu a AAC por 3-0, sendo este o resultado mais dilatado nesta fase de grupos. AAUE, Instituto Politécnico de Castelo Branco e AEFEUNL passaram em primeiro lugar nos respetivos grupos.

 

A tarde de basquetebol no feminino, em Azurém, culminou com a passagem de oito equipas para a fase seguinte: Associação de Estudantes da Faculdade de Motricidade Humana (AEFMH), FAIPL, Universidade Nova de Lisboa (NOVA), Associação Académica da Universidade da Beira Interior (AAUBI), AAUAv, AEFADEUP, AAUE e AAUM.

O Inatel e o pavilhão do Vitória Sport Clube foram os palcos de apuramento para os quartos de final no voleibol masculino, onde o jogo entre a Associação de Estudantes do Instituto Superior da Maia (AEISMAI) e a Associação de Estudantes do Instituto Superior Técnico, que acabou com um 2 – 1, com resultados muito equilibrados nos três sets: 20-25, 25-18 e 15-12, foi o mais equilibrado.

 

No andebol masculino o resultado com maior diferença foi entre a AEFEUP e a AAUM, com a equipa minhota a ganhar por 16 – 40. A equipa do IPLeiria e do Instituto Politécnico de Santarém registaram o único empate deste dia.

 

Para amanhã estão marcados os quartos de final para o andebol masculino, basquetebol feminino, voleibol masculino, futsal feminino e futebol 11, o hóquei em patins prossegue com a fase de grupos que apurará as quatro equipas a seguir para as meias-finais.

 

Pode saber mais sobre a competição aqui

Ouro no BTT XCO foi para Viana do Castelo

 

A Associação de estudantes do Instituto Politécnico de Viana do Castelo levou para o norte o troféu de campeã nacional universitária de BTT XCO, uma prova que decorreu em Gondar no passado domingo.

 

Nesta prova, o Instituto Politécnico de Leiria ficou na segunda posição do pódio e a Associação de Estudantes do Instituto Superior Técnico ficou no terceiro lugar da classificação.

 

Em competição estiveram ainda a Associação de Estudantes da Universidade de Aveiro, a Universidade do Porto, o Instituto Politécnico de Viseu, a Associação de Estudantes do Instituto Superior de Engenharia do Porto, a AEISCTE-IUL e a Associação Académica da Universidade da Beira Interior.

Finais de basquetebol, futsal e voleibol ficaram decididas esta quinta-feira

  

O quinto dia de competição das fases finais dos Campeonatos Nacionais Universitários Guimarães 2019 foi dia de meias-finais nas modalidades de basquetebol masculino, voleibol feminino e futsal masculino, onde se apuraram as finais dos encontros a ter lugar esta sexta-feira, no Complexo Desportivo de Azurém.

 

No voleibol feminino a Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) venceu a Associação de Estudantes do Instituto Português de Administração de Marketing (AEIPAM), apurando-se, desta forma, para a final. Ainda a contar para as meias-finais, a Associação de Estudantes da Escola Superior de Saúde (aeESS) saiu derrotada frente à Associação de Estudantes da Faculdade de Economia do Porto (AEFEP). A final entre a AAUM e a AEFEP começa às 11 horas e tem transmissão em direto no facebook oficial da FADU.

 

O Multiusos de Guimarães vibrou com as meias-finais do futsal masculino em que a Associação Académica da Coimbra (AAC) venceu a equipa vizinha do Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) por seis bolas a uma. No encontro seguinte a AAUM venceu a Associação de Estudantes da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto, marcando assim o encontro na grande final frente à AAC, que pode ser acompanhada em direto no Porto Canal, às 18 horas.

 

A final do basquetebol masculino também ficou hoje decidida. A equipa da Associação Académica da Universidade de Coimbra (AAC) irá defrontar a equipa da casa, a AAUM, pelas 16 horas, em Azurém. O terceiro e quarto lugar serão disputados entre a Associação Académica da Universidade de Aveiro e a Associação de Estudantes do Instituto Superior da Maia.

 

A propósito das finais desta sexta-feira teve lugar uma reunião entre dirigentes, oficiais, treinadores e capitães de equipa, onde o dirigente da AAC, Renato Silva, foi voz da vontade de vencer amanhã. ‘O futsal masculino era uma modalidade que já no ano passado teve bons resultados e como a equipa este ano está igual, não houve saídas e só houve um novo atleta, esperamos um bom resultado e queremos fazer melhor do que no ano passado porque é uma final idêntica e estamos confiantes de que podemos ganhar o ouro’, disse, referindo ainda a final da equipa conimbricense no basquetebol masculino. ‘Contávamos chegar às meias-finais mas chegar à final já foi uma surpresa. Temos uma equipa quase totalmente renovada, só temos duas pessoas que vieram do ano passado, que está a promover uma universidade e uma cidade que atraem atletas que praticam desporto’, disse, deixando o mote que serviria como uma luva a todas as equipas: ‘Que deem o melhor em campo como fizeram até aqui!’.

Fases finais Guimarães 2019: Balanço final

 

Terminaram na sexta-feira as fases finais dos Campeonatos Nacionais Universitários Guimarães 2019 e a Associação Académica da Universidade do Minho destacou-se da concorrência ao somar cinco medalhas de ouro (voleibol masculino, hóquei em patins, futsal feminino, futebol e andebol masculino), quatro de prata e uma de bronze, num total de dez troféus conquistados.

 

No segundo lugar do ranking desta edição das fases finais ficou a Associação Académica de Coimbra, que conquistou três medalhas de ouro (rugby feminino, basquetebol masculino e futsal masculino), e duas de bronze. A Associação Académica da Universidade de Aveiro levou para a Veneza portuguesa uma medalha de ouro, alcançada pelas campeãs nacionais de basquetebol feminino, e três medalhas de bronze. A Associação de Estudantes da Faculdade de Economia do Porto também não foi de mãos a abanar para a cidade invicta e levou uma medalha de ouro, fruto da conquista do primeiro lugar no voleibol feminino, e ainda uma medalha de bronze.

 

A Associação de Estudantes do ISCTE-IUL e a Universidade do Porto levaram uma medalha de ouro cada uma (por terem conquistado, respetivamente, o primeiro lugar no rugby masculino e no andebol feminino), e a Associação Académica da Universidade de Évora levou duas pratas e um bronze para o Alentejo. Em duas finais, a Universidade Nova de Lisboa não foi além do segundo lugar e levou duas pratas para Lisboa. A Associação de Estudantes da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto somou uma medalha de prata e outra de bronze à sua sala de troféus.

 

A fechar o pódio de equipas medalhadas, estão a Associação Académica da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, a Associação de Estudantes da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto e a Associação dos Estudantes do Instituto Superior Técnico, que levaram um troféu de prata cada uma. O Instituto Politécnico de Leiria e a Associação de Estudantes do Instituto Português de Administração de Marketing do Porto levaram um bronze cada.

 

Durante onze dias Guimarães foi palco da competição em oito modalidades, chegando ao final com um total de participação de 1621 atletas, 366 oficiais, 256 elementos da organização, 10 imprensa, 29 árbitros e dois observadores, num total de 2275 pessoas envolvidas de forma direta nas várias competições.

‘Estão a ser umas fases finais com um elevado nível de competitividade’

 

 

As fases finais dos Campeonatos Nacionais Universitários 2019 estão quase a chegar ao fim. Esta sexta-feira o ouro será entregue em seis modalidades: futebol, hóquei em patins, basquetebol feminino, voleibol masculino, andebol masculino e futsal feminino. Antes de apurar os últimos campeões nacionais universitários das fases finais falamos com o presidente da Federação Académica do Desporto Universitário (FADU), Daniel Monteiro, que nos fez um balanço dos dias intensos vividos até ao momento em Guimarães.

 

Que balanço faz, até agora, desta edição das fases finais dos Campeonatos Nacionais Universitários 2019?

Daniel Monteiro (DM) – Estão a ser umas fases finais e há um elevado nível de competitividade, como bem mostraram as finais que já aconteceram na última sexta-feira. A juntar a esse nível de competitividade temos tido sempre presente o espírito de fairplay que se pede em todas as competições desportivas e também a preocupação ambiental e social, com os atletas a aderir com naturalidade às iniciativas levadas a cabo no âmbito do Plano de Sustentabilidade. Até ao momento o balanço é muito positivo e tenho a certeza de que, depois do dia dez de maio, todos os envolvidos na competição estarão satisfeitos por terem feito parte desta edição.

 

Guimarães recebe, sozinha e pela segunda vez, as fases finais. A cidade acolhe o evento da melhor forma?

DM – Claro que sim. Desde o primeiro momento tivemos o apoio e entusiasmo das entidades locais, nomeadamente da Universidade do Minho, da Associação Académica da Universidade do Minho e da Câmara Municipal de Guimarães, que se disponibilizaram para ajudar a resolver todo o tipo de situações. A cidade veio também ao encontro da nossa preocupação ecológica uma vez que tem em prática o programa Guimarães Mais Verde. Fez todo o sentido esta escolha e toda a envolvência da cidade permitirá formar muito boas memórias dos dias aqui passados.

 

Os CNU 2019 são a primeira prova multidesportiva após a aprovação do estatuto estudante-atleta. Considera esta medida decisiva para o futuro dos estudantes que praticam desporto a nível profissional?

DM – A aprovação do estatuto de estudante atleta veio concretizar um desejo antigo da FADU no sentido de valorizar as carreiras duais e incentivar a prática desportiva no ensino superior. Este estatuto vem proporcionar melhores condições pedagógicas aos estudantes que praticam desporto quer nos quadros competitivos a nível universitário quer no das federações das respetivas modalidades, através de um quadro regulamentar que terá de ser implementado em cada uma das instituições de ensino superior e no qual a FADU pretende envolver-se, incentivando monitorizações e avaliações periódicas, de modo a garantir o seu sucesso e potenciar o seu impacto. E portanto, sim, é uma medida de extrema importância.

 

Que mensagem deixaria a todos os que estão a dar o seu contributo na competição?

DM – A todos os envolvidos na organização destas fases finais agradeço e enalteço o compromisso e bom trabalho realizado até aqui, que mantenham o nível de exigência nesta reta final, sejam eles membros da comissão organizadora local, voluntários, árbitros e juízes, médicos, fisioterapeutas ou técnicos desportivos. A todos os clubes, atletas e oficiais, desejo que aproveitem ao máximo esta reta final das fases finais e que possam continuar a ser verdadeiros embaixadores do desporto universitário.

Comboio rumo à final parou seis vezes e já são conhecidos os semifinalistas

 

 

 

No dia 10 de maio a peregrinação para Fátima terá réplica em Guimarães. Nesse dia jogam-se as finais dos Campeonatos Nacionais de voleibol masculino, hóquei em patins, futsal feminino, basquetebol feminino, futebol 11 e andebol masculino. No caminho para esse dia já foram apuradas as equipas semifinalistas, que amanhã farão o esforço final pela presença no lugar cimeiro do pódio.

 

As equipas de andebol masculino foram as primeiras a apurar-se para a próxima fase. A Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM), a Associação de Estudantes da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (AEFADEUP), a Associação de Estudantes da Faculdade de Economia do Porto (AEFEP) e a Associação Académica da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (AAULHT) foram as quatro equipas a carimbar a passagem para as meias-finais.

 

No voleibol masculino jogam amanhã o acesso à final as equipas da AEIST, da Associação de Estudantes da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (AEFEUP), da Associação Académica de Coimbra (AAC) e da AAUM. Os jogos terão lugar no pavilhão do Inatel, a partir das 14 horas.

 

No hóquei em patins passaram as equipas da Associação Académica da Universidade de Aveiro (AAUAv), da AAUM, da NOVA e da Federação Académica do Instituto Politécnico de Lisboa (FAIPL).

 

No Multiusos de Guimarães, onde se disputaram os quartos de final do futsal feminino, fizeram a festa de passagem à próxima fase as equipas da Associação Académica da Universidade de Évora (AAUE), AAUM, AEIST e da AEFADEUP.

 

FAIPL, NOVA, AAUAv e AAUM venceram os respetivos encontros e vão agora disputar as meias-finais de basquetebol feminino. O último jogo do dia trouxe incerteza no resultado até final, com as minhotas a vencer por 36-37.

 

A fechar o lote de passageiros rumo à respetiva final ficaram as equipas da AEISCTE-IUL, da AAUE, da AAUM e da AAC, jogos a contar para o campeonato de futebol 11. São estas as equipas que vão lutar por um lugar no pódio na próxima sexta-feira.

 

Amanhã os jogos das meias-finais têm início às 10 horas, com a AEISCTE-IUL e a AAUE a darem o pontapé de saída no futebol 11, jogo que decorrerá no campo do Vitória Sport Clube.

 

Confira a lista de resultados completa:

 

Hóquei em Patins

AEIST 2 – 6 AAUAv

NOVA 5 – 1 P.PORTO

AAUE 2 – 8 AAUM

FAIPL 2 – 1 AEIST

IPLeiria 2 – 3 NOVA

AAUM 27 – 18 AAUAv

AEFADEUP 25 – 20 aelSEP

AEFEP 20 – 18 AAUE

AEIST 17 – 18 AAULHT

 

Voleibol Masculino

AEFEUP 2 – 0 AEISCAP (derrota por falta de comparência)

AEISCTE-IUL 0 - 2 AEIST (24 – 26, 20 – 25)

AAUM 2 – 0 AAUE (25 – 9, 25 – 12)

AAC 2 – 0 AAUALG (25 – 16, 25 – 16)

 

Futsal Feminino

AAUE 3 – 0 AAUAv

AAUTAD 0 – 2 AAUM

AEIST 5 – 1 AEISCTE-IUL

AEFADEUP 3 – 0 AAULHT

 

Futebol 11

AAUE 3 – 2 AAUALG

AEFEUNL 0 – 0 AEISCTE-IUL (2 – 3 grandes penalidades)

AAC 1- 0 AEFADEUP

CD Ponte 0 – 0 AAUM (4 – 5 grandes penalidades)

 

Basquetebol Feminino

AEFMH 51 – 61 FAIPL

NOVA 59 – 28 AAUBI

AAUAv 47 – 32 AEFADEUP

AAUE 36 – 37 AAUM

Segunda semana arrancou com fase de grupos em cinco modalidades

No andebol masculino foi dado o pontapé de saída com os jogos entre o Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) e a Associação de Estudantes da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto (AEFADEUP) e entre o Instituto Politécnico de Santarém e a Associação Académica da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (AAULHT), ambos jogos a começar às 11 horas.

 

No basquetebol feminino o jogo mais desequilibrado foi entre a Associação Académica da Universidade da Beira Interior (AAUBI) e a Associação de Estudantes da Faculdade de Motricidade Humana (AEFMH), jogo disputado ao final da manhã e que terminou com um 26-71, a favor da equipa de Lisboa.

 

Depois da final do futsal masculino na sexta-feira, cujo troféu foi conquistado pela Associação Académica de Coimbra, arrancou hoje a competição no feminino. De destacar os resultados da Associação Académica da Universidade de Évora (AAUE) e AAULHT que golearam as equipas da Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (AEFCUP) e da Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (AEFMUP), por 1-8 e 7-1, respetivamente.

 

No futebol 11 o resultado mais dilatado foi entre a AAC e a Associação de Estudantes da Católica Porto Business School (AECPBS), que terminou com vitória dos conimbricenses por quatro golos sem resposta.

 

As redes voltaram a subir para receber os jogos de voleibol masculino, cujo jogo mais equilibrado aconteceu no Pavilhão do Vitória Sport Clube, onde a AAC venceu a AEFEP por 0-2 (com 25 - 20, 23 - 25 e 11 - 15 nos três sets).

 

Para esta terça-feira estão marcados mais encontros nas mesmas modalidades e entra em cena o hóquei em patins, com três partidas agendadas para a parte da tarde.

 

Confira a lista de resultados completa:

 

Andebol Masculino

IPSantarém 21 - 26 AAULHT

IPLeiria 22 – 24 AEFADEUP

AEFCT 19 – 22 AEFEP

AEFEUP 18 – 23 AAUE

 

Futebol 11

AEFADEUP 0 - 2 AAUE

AAUAlg 2 - 0 AEFEUP

AEISCAP 3 - 1 AEIST

AAC 4 - 0 AECPBS

AAUM 1-1 AEFEUNL

AEISCTE-IUL 2 - 2 IPCBranco

AEIST 2 – 2 AEFADEUP

AEISCTE 0 – 2 AEFEUP

AEISCAP 0 – 5 AAUE

IPCB 2 – 2 AAUAlg

AAC 1 – 0 AAUM

AECPBS 0 - 2 AEFEUNL

 

Basquetebol feminino

AAC 29 - 41 AEFADEUP

NOVA 39 - 38 AAUM

AEFEUP 50 - 55 AAUAv

AEESSA 37 - 64 FAIPL

AAUBI 26 - 71 AEFMH

AEFMUP 45 - 41 AAUE

AEFADEUP 20 – 46 NOVA

AAC 40 – 44 AAUM

AEESSA 29 – 68 AAUAv

FAIPL 60 – 52 AEFEUP

AEFMUP 22 – 52 AEFMH

AAUE 44 – 28 AAUBI

 

Voleibol Masculino

AEISCAP 2 - 0 AAUA (25 – 12; 25 - 22)

AEIST 2 - 0 AAUalg (25 – 15; 25 - 15)

AAUA  0 - 2 AEISCTE-IUL (16 – 25; 9 - 25)

AEFEP 1 – 2 AAC (25 – 20; 23 – 25; 11 – 15)

AEFEUP 2 – 0 NOVA (25 – 15; 25 – 19)

AEISCTE - IUL 0 – 2 AEISCAP (26 – 28; 14 – 25)

AEFMH 0 – 2 AAUM (0 – 25; 0 – 25)

 

Futsal feminino

AEFCUP 1 – 8 AAUE

AAULHT 7 – 1 AEFMUP

AEIST 5 – 0 AAUM

AEFEUP 0 – 2 AAUAv

AAC 1 – 0 AEFADEUP

AAUTAD 1 – 1 AEISCTE - IUL

Sexta-feira de decisões no voleibol, basquetebol e futsal

 

No sexto dia das fases finais dos Campeonatos Nacionais Universitários (CNU), o Pavilhão de Azurém recebeu as decisões finais do voleibol feminino, basquetebol masculino e futsal masculino. A Associação de Estudantes da Faculdade de Economia do Porto (AEFEP) e a Associação Académica de Coimbra (AAC) foram os grandes vencedores da competição, alcançando a medalha de ouro em Guimarães.

 

O voleibol feminino juntou na final a AAUM e a AEFEP e, com um pavilhão bem composto, a formação da invicta conquistou a cidade-berço, tendo vencido a equipa da casa por 3-1. A capitã da AEFEP mostrou-se muito feliz, visto que foi a primeiro troféu alcançado pela universidade no voleibol feminino. ‘É sempre agradável terem vindo colegas diretamente do Porto para assistir ao nosso jogo. Faz a diferença e dá mais vontade de jogar’, notou Ana Figueiras.

 

No basquetebol masculino, a partida parecia não querer terminar em Azurém. Num ambiente impróprio para cardíacos, a AAUM e a AAC chegaram ao tempo regulamentar empatadas a 56-56. Já no prolongamento, a vitória acabou por sorrir à formação de Coimbra, sagrando-se campeã do torneio. ‘Acho que foi um bom espetáculo para as pessoas que estavam de fora, para o CNU de basquetebol e também para a FADU por esta organização’, referiu o treinador da AAC. Leonardo Santarino dedicou a vitória a todos os que deram o contributo durante o percurso e agradeceu aos atletas o apoio.

 

O sexto dia das fases finais dos CNU terminou com a final de futsal masculino, onde a AAC bateu a AAUM por 3-2. Os visitados começaram no comando do marcador, só que a entrada a todo o gás no segundo tempo da formação de Coimbra contrariou todas as expectativas. O resultado manteve-se inconstante até ao último minuto, momento em que o capitão da AAC fechou as contas da partida. ‘Foi uma excelente final. Na primeira parte não estivemos bem, o Minho esteve muito por cima mas na segunda parte fomos superiores e a supremacia revelou-se com os três golos. No ano passado perdemos esta mesma final e eu disse que voltaríamos e venceríamos e, felizmente, isso aconteceu’, disse o treinador, Luís Antunes. O treinador frisou ainda o esforço do capitão de equipa, Gabriel Guimarães, que fez questão de jogar a final apesar de estar com limitações físicas. ‘No ano passado ficamos em segundo contra a UMinho, este ano seria ano de vingança dentro dos limites do fairplay e, depois das finais nos nacionais e nos europeus, finalmente levamos o ouro para casa!’

 

 

 

Universidade do Porto é campeã nacional universitária em Andebol feminino

 

No dia do trabalhador foi a equipa da Universidade do Porto (U.Porto) a receber a recompensa de equipa mais trabalhadora, uma vez que se sagrou campeã universitária em Andebol feminino, num jogo muito disputado e que terminou com um 32-25 no marcador.

 

No final do encontro, a capitã da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM), Patrícia Silva, falou da satisfação da equipa minhota. ‘Nunca pensámos que seria possível chegar à final, esta equipa é cinquenta porcento amadora. Isto é um sonho. Nos últimos minutos quebramos fisicamente e notou-se claramente a diferença entre a equipa adversária e nós’. Com uma prestação melhorada em comparação com a anterior edição, a questão que se impôs: para o ano é o ouro? ‘Esperamos que sim, vamos lutar por isso. No ano passado foi o quarto lugar, este ano o segundo e para o ano queremos ser campeãs!’, avisou.

 

‘É um orgulho muito grande representar a Universidade do Minho com estas atletas. A entrega com que elas estiveram aqui hoje fez com que apostássemos cada vez mais alto e neste caso a medalha de prata assenta-nos muito bem. Quem viu o jogo percebe claramente que estivemos a um passo do ouro’, resumiu no final do jogo o treinador da AAUM, Fernando Fernandes.

 

Do lado da equipa vencedora houve festejos e a sensação de missão cumprida. ‘Foi um jogo difícil, sabíamos que eramos favoritas, tínhamos sido campeãs o ano passado, mas o jogo não correu como nós estávamos à espera. Na segunda parte entrámos bem e acabámos por levar o ouro para casa, somos bi-campeãs nacionais e estamos muito contentes. Somos uma equipa toda federada e por isso levamos isto muito a sério’, frisou a capitã da U.Porto, Filipa Gante.

 

Para o treinador da U.Porto, Alexandre Monteiro, ganhou a melhor equipa em prova. ‘Trabalhamos ao longo do ano para isto, conseguimos e estou muito contente. Acho que é inequívoco que temos o melhor plantel universitário e isso comprovou-se uma vez mais, com uma vitória’.

 

De destacar ainda o bronze alcançado pela Associação Académica da Universidade de Aveiro, equipa que fechou as contas do pódio.

 

Nos encontros dos quartos de final do basquetebol masculino, a Associação Académica de Coimbra (AAC) venceu a Associação de Estudantes da Faculdades de Desporto da Universidade do Porto (AEFADEUP), apurando-se para as meias finais da competição. Dos confrontos desta manhã juntam-se também à AAC, a Associação Académica da Universidade de Aveiro e a Associação de Estudantes do Instituto Superior da Maia (ISMAI). A última equipa a juntar-se a esta fase da competição são os anfitriões da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM). As meias finais têm lugar amanhã.  

 

No Voleibol Feminino o dia começou com a vitória da Associação de Estudantes da Escola Superior de Saúde (aeESS), primeira equipa a apurar-se para as meias finais do campeonato. Juntam-se ainda as equipas da Associação de Estudantes da Faculdade de Economia da Universidade do Porto (AEFEP), da Associação de Estudantes do IPAM e a AAUM.

 

No Futsal Masculino as decisões dos quartos de finais também ficaram hoje decididas. Ficaram apurados para as meias-finais as equipas da AAC, do Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria), da AEFADEUP e da AAUM.

 

 

 

 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?