Notícias

IPLeiria, AAC, AAUBI e IPBeja apurados para a final

 

 

A terceira e última jornada concentrada de futsal apurou as quatro equipas da zona NCS que irão disputar a fase final do Campeonato Nacional Universitário que decorrerá em Guimarães, entre 29 de abril e 3 de maio. O Instituto Politécnico de Leiria confirmou o primeiro lugar, que trazia já da segunda jornada, mantendo a invencibilidade e somando 31 pontos, fruto das dez vitórias e do empate conseguidos em 11 partidas.

 

A atual vice-campeã nacional universitária, a Associação Académica de Coimbra ficou em segundo lugar, igualmente invicta, terminando esta fase do campeonato com 29 pontos e zero derrotas. O terceiro lugar foi conquistado pela Associação Académica da Universidade da Beira Interior, que acumulou 22 pontos. A fechar a lista de equipas que irá disputar a fase final está o estreante Instituto Politécnico de Beja, com 19 pontos conquistados.

  

Com os mesmos 18 pontos ficaram a Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, quinta classificada, o Instituto Politécnico de Viseu, sexto na tabela, e o Instituto Politécnico de Castelo Branco, sétimo classificado.

  

Recorde-se que terceira jornada concentrada decorreu de 27 de fevereiro a 1 de março, em Coimbra, onde as quatro equipas viram reforçadas as posições que traziam já da segunda jornada.

Vila Real recebeu Nacional Universitário de Esgrima

 

Vila Real recebeu no sábado, 9 de fevereiro, o Campeonato Nacional Universitário de Esgrima, que reuniu mais de duas dezenas de estudantes-atletas. O evento contou ainda com estudantes-atletas que marcaram presença na Universíada de Taipé em 2017.

 

No que aos resultados diz respeito, no florete, em masculinos, José Charréu, da Associação de Estudantes da Faculdade de Medicina de Lisboa, venceu na final, José Guimarães, da Universidade do Porto, por 15/12. José Charréu marcou presença na Universíada de Taipé em 2017.

 

 

Em femininos, Carolina Oliveira, da Universidade do Porto, venceu no confronto decisivo, Sofia Oliveira, colega de academia, por 15/9, conquistando assim a medalha de ouro e o respetivo titulo nacional universitário.

 

 

No sabre, em femininos, Helena Afonso da Universidade Nova de Lisboa, conquistou o lugar mais alto do pódio, relegando Rita Marques, da Associação Académica da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias, para a medalha de prata.

 

 

Em masculinos, José Pedro Godinho, da Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências de Lisboa, venceu na final, Gonçalo Alves, da Associação de Estudantes da Faculdade de Motricidade Humana, por 15/7.

 

 

Na variante de espada, Gonçalo Alves, da Associação de Estudantes da FMH, venceu na final, José Bartissol, da Associação de Estudantes do Instituto Superior Técnico, por 15/13. Bartissol foi também um dos atletas que marcou presença na última edição das Universíadas de verão.

 

 

Ainda em espada, mas na variante feminina, Carolina Oliveira repetiu a medalha de ouro, ao vencer na final, Ana Rita Marques, da Associação Académica da ULHT, por 15/10.

 

O Campeonato Nacional Universitário de Esgrima decorreu no ActiveGym da UTAD e contou com a organização local da Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e em parceria com a UTAD.

 

 

 

 

FADU distinguiu Mário Santos na 25ª Gala do Desporto

 

A Federação Académica do Desporto Universitário marcou mais uma vez presença na Gala do Desporto da Confederação do Desporto de Portugal, que decorreu na Quarta-feira, 30 de janeiro, no Casino Estoril.

 

Na cerimónia, onde cada federação atribuiu o galardão de Personalidade do Ano, a FADU atribuiu o seu ao Secretário-Geral dos Jogos Europeus Universitários – Coimbra 2018, Mário Santos, destacando assim o sucesso da organização daquele que foi o maior evento multidesportivo realizado em Portugal.

 

A par do galardão de Personalidade do Ano, a FADU teve ainda três equipas/atletas nos finalistas dos prémios Desportistas do Ano. Francisca Laia, da canoagem, integrou o lote de finalistas femiminas, enquanto a Seleção Nacional Universitária de futsal femimino integrou os finalistas de equipa do ano. O Selecionador Nacional Universitário de futsal, Jorge Braz, também esteve nos cinco melhores do ano, na categoria de Treinador do Ano.

 

Miguel Oliveira (motociclismo) e Inês Henriques (atletismo) receberam os prémios de Desportistas do Ano, repetindo a conquista; a equipa de K2 feminina de canoagem venceu na categoria Equipa do Ano, a meio-fundista Mariana Machado venceu a de Jovem Promessa do Ano e Hélio Lucas, da canoagem, repetiu a conquista do prémio de Treinador do Ano.

 

A par destes galardões, foram ainda distinguidos os campeões europeus e mundiais no ano de 2018, onde o Desporto Universitário conquistou um título mundial, através do Ciclismo – BTT Downhill, com a medalha de ouro de Carlos David Martins.

 

A 25ª Gala do Desporto da Confederação do Desporto de Portugal decorreu no Casino Estoril e a FADU esteve representada pelo vice-presidente, Pedro Castro e pelo Diretor Desportivo, Cédric Vieira. Na cerimónia estiveram presentes o Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues e o Secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo.

 

Desporto Universitário coloca três finalistas nos Desportistas do Ano

 

A Federação Académica do Desporto Universitário (FADU) colocou três finalistas nos prémios Desportista do Ano, promovido pela Confederação do Desporto de Portugal. O anúncio dos finalistas decorreu esta tarde no Centro Comercial Colombo, em Lisboa.

 

Na categoria de treinador do ano, o Selecionador Nacional Universitário, Jorge Braz, que recentemente foi eleito Melhor Selecionador do Mundo, integra o lote de cinco finalistas, no rescaldo de um ano em que venceu o titulo europeu de futsal e em que conquistou ainda uma medalha de bronze no Campeonato Mundial Universitário de futsal feminino.

 

 

Na equipa do ano, a Seleção Nacional Universitária de futsal feminino integra também o lote de finalistas depois de ter renovado em Almaty, no Cazaquistão, a medalha de bronze conquistada no Campeonato Mundial Universitário há dois anos atrás. Ao repetir a façanha, a equipa femimina universitária, liderada por Jorge Braz, Emídio Rodrigues e Teresa Jordão, vai lutar por mais este galardão.

 

 

Na categoria de atleta feminina, a canoísta Francisca Laia teve no desporto universitário algumas das maiores conquistas do ano, com as três medalhas de ouro nos Jogos Europeus Universitários – Coimbra 2018, os três titulos nacionais universitários e ainda o galardão de Atleta do Ano na XI Gala do Desporto Universitário, integrando assim o leque de cinco finalistas femininas.

 

A votação para a escolha dos vencedores decorre no site da CDP, em cdp.pt, até ao dia 29 de janeiro. O anúncio dos vencedores será feito na 23ª Gala do Desporto, que vai decorrer no Casino Estoril, no final do mês de janeiro.

 

Melhor Selecionador de futsal do mundo lidera seleções universitárias de Portugal

 

 

O Selecionador Nacional de futsal, Jorge Braz, foi eleito o melhor Selecionador do mundo pela revista Futsalplanet.com que anualmente atribui os Umbro Futsal Awards, considerados os prémios máximos do futsal mundial. Com a liderança técnica do futsal nacional, Jorge Braz é também o Selecionador Nacional Universitário sendo o coordenador das seleções nacionais universitárias.

 

Num ano de 2018 que correu de feição à Seleção Nacional de futsal, com a conquista do campeonato europeu em Fevereiro, Jorge Braz destacou-se como o timoneiro dessa equipa, que integrou vários jogadores que passaram pelo futsal universitário até chegarem aos patamares mais altos da modalidade.

 

Meses mais tarde, em Julho, Jorge Braz liderou os estágios da Seleção Nacional Universitária de futsal, da qual foi Selecionador Nacional Universitário, quer da equipa masculina quer da equipa feminina, esta última que em Agosto conquistou a segunda medalha de bronze em Campeonatos Mundiais Universitários.

 

 

 

Em Outubro, a Federação Académica do Desporto Universitário distinguiu Jorge Braz com o Galardão Prestígio, atribuído na XI Gala do Desporto Universitário, que decorreu no Teatro Tivoli BBVA.

 

Nessa ocasião, o agora distinguido melhor Selecionador de futsal do mundo disse que, “o galardão que a FADU me atribuiu deve-se em grande parte à própria FADU pelo que me proporcionou ao longo da carreira”, destacando ainda a valorização que “o desporto universitário proporcionou a todos os quantos por aqui passaram”.

 

“Muito do que sou hoje como profissional, mas acima de tudo como ser humano, devo-o ao Desporto Universitário pelo que nos ensina enquanto ferramenta de crescimento, de formação e de valorização”, acrescentou o técnico.

 

Recorde-se também que a equipa técnica liderada por Jorge Braz integra Pedro Palas e José Luis Mendes, técnicos que deram também os primeiros passos no Desporto Universitário e que ainda hoje colaboram com as Seleções Nacionais Universitárias.

 

 

 

Jorge Braz passou pelo Desporto Universitário como jogador e como treinador, onde começou a carreira na Associação Académica da Universidade do Minho, integrando desde 2008 a equipa técnica nacional de futsal.

 

Foi também em 2008, que, como adjunto de Orlando Duarte, conquistou o Campeonato Mundial Universitário de futsal que foi, até à conquista do europeu absoluto deste ano, o maior título português da modalidade.

 

Ainda nos "óscares" do futsal, a guarde-redes Ana Catarina Pereira foi distinguida como a melhor do mundo. Atualmente no Sport Lisboa e Benfica, Ana Catarina Pereira foi também atleta universitária, tendo integrado a Seleção Nacional Universitária que conquistou a medalha de bronze em Goiânia em 2016. 

Unanimidade marca Assembleia-Geral da FADU

 

Decorreu na Quinta-feira, 15 de novembro, a Assembleia-Geral da Federação Académica do Desporto Universitário, para aprovação do Plano de Atividades e Orçamento para 2019. O documento foi aprovado por unanimidade.

 

A AG que decorreu no Centro de Medicina Desportiva, no Estádio Universitário de Lisboa, aprovou o Plano de Atividades e Orçamento para o ano de 2019, onde um dos maiores destaques é a participação na Universíada de Nápoles.

 

Para a Universíada de 2019, o presidente da FADU, Daniel Monteiro, relevou que a “aposta na profissionalização deste setor, com o apoio administrativo e logístico à chefia de missão era a uma aposta da FADU”, adiantando ainda a nova Chefe da Missão portuguesa, que será apresentada publicamente em breve.

 

A par da Universíada de verão, em destaque esteve também a requalificação da Casa do Desporto Universitário, uma promessa do Plano de Atividades e Orçamento de 2018 e que está já em curso, estando a poucas semanas de estar concluída, abrindo assim “um novo caminho ao reforço da estrutura profissional da Federação”.

 

Em grande destaque esteve, no entanto, a apresentação do projeto “Desporto para todos no Ensino Superior”, que será apresentado no âmbito do Plano Nacional de Desporto para Todos, do Instituto Português do Desporto e Juventude.

 

Este projeto tem como objetivo promover a prática desportiva nas academias nacionais, com “com diretores regionais a implementar no terreno e a trabalhar diretamente com as AAEE/IES programas de promoção da atividade física e do Desporto”.

 

Daniel Monteiro acrescentou que, “o Desporto para Todos é uma das prioridades no combate ao sedentarismo, na redução dos custos gerais de saúde e, consequentemente, no desenvolvimento dos países e das comunidades” e que “esta é também uma linha de atuação que tem vindo a ser assumida e desenvolvida pelo IPDJ e para a qual a FADU quer ser fator diferenciador de sucesso”.

 

O Plano de Atividades e Orçamento foi aprovado pela Assembleia-Geral por unanimidade dos delegados presentes.

 

FADU e DGES assinam contrato-programa para 2019

 

A Federação Académica do Desporto Universitário e a Direção Geral do Ensino Superior assinaram no dia 26 de fevereiro o contrato-programa para o ano de 2019, que regula o apoio da DGES à prática desportiva no Ensino Superior através da FADU.

 

Este contrato-programa delimita as linhas de atuação e o financiamento estatal por via do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior para a prática de desporto no Ensino Superior, coordenada pela FADU.

 

A assinatura deste contrato-programa decorreu na renovada sede da Federação Académica do Desporto Universitário, com a presença do Diretor Geral do Ensino Superior, Dr. João Queiroz, do presidente da FADU, Daniel Monteiro, do administrador da FADU, Rodrigo Medeiros e do Secretário-Geral, Manuel Veloso.

 

 

Para o presidente da FADU, Daniel Monteiro, este foi “o momento de renovar objetivos e estabelecer novas metas com a tutela do Ensino Superior para o ano de 2019”. Daniel Monteiro acrescenta ainda que a grande prioridade é “aumentar significativamente o número de jovens com atividade física regular, através da implementação de um programa de “Desporto para Todos no Ensino Superior”

 

Essa implementação passa pela criação de “novas atividades de desporto informal nas Universidades e Politécnicos, mais apoio material, financeiro e técnico às atividades já existentes e promoção de atividades inter-academias de desporto informal”, diz Daniel Monteiro.

 

Depois de em 2018 ter sido a Direção Geral do Ensino Superior a receber a assinatura do contrato-programa, este ano foi a “casa do Desporto Universitário” a receber este momento simbólico.

 

Oferta de Emprego: Departamento de Comunicação

 

Descrição da Organização: 

A Federação Académica do Desporto Universitário é uma Federação Desportiva que foca o desporto como uma ferramenta na formação e educação. Nasceu de um movimento de várias academias do País com o objetivo de dinamizar, incentivar e organizar o desporto no seio do Ensino Superior. Fundada a 2 de março de 1990, está dotada de Utilidade Pública Desportiva desde do ano de 1995 e Utilidade Pública desde 2013, tendo crescido ao longo destes anos, quer ao nível de atividades organizadas, quer ao nível de número de participantes, sendo considerada hoje em dia como uma das maiores federações desportivas do nosso país.

Sendo uma Federação multidesportiva, com a missão de organizar o desporto universitário em toda a sua dimensão - desportiva, educativa e social - pretende através das várias atividades fomentar a competição, o convívio e intercâmbio de estudantes das várias instituições de ensino superior dentro e fora de Portugal. Pretende ainda, incentivar o espírito competitivo, de equipa e fair-play, induzindo hábitos de vida saudáveis na comunidade académica. Cada vez mais procura alargar a sua oferta, através da promoção de projetos e organização de atividades no domínio do desporto recreativo e informal.

Tem atualmente mais de 8 mil praticantes filiados em competição, divididos por 49 modalidades coletivas e individuais, envolvendo mais de 100 clubes e 540 equipas. Organiza anualmente mais de 76 Campeonatos Nacionais Universitários e 48 regionais e atribui oficialmente mais de 300 títulos nacionais universitários.

O ano desportivo culmina com a organização da Gala do Desporto Universitário, para premiar e homenagear os melhores do ano e todos os agentes, personalidades e entidades que anualmente mais se destacam na promoção e valorização do desporto universitário português.

Em parceria com o seu patrocinador organiza a cerimónia de entrega das Bolsas Educação Jogos Santa Casa, que atribuiu bolsas de educação aos melhores estudantes-atletas ao serviço das seleções e missões nacionais universitárias e que simultaneamente comprovem ter resultados académicos, numa clara promoção da importância das carreiras-duais.

Ao longo da sua existência a FADU tem vindo a conquistar credibilidade a nível nacional e internacional. Prova disso mesmo é a participação da FADU como membro associado no Comité Olímpico de Portugal (COP), na Confederação de Desporto de Portugal (CDP), no Comité Paralímpico de Portugal (CPP), no Conselho Nacional de Juventude (CNJ) e nas instituições internacionais, nomeadamente, na Associação Europeia do Desporto Universitário (EUSA) e na Federação Internacional do Desporto Universitário (FISU).

Sublinhe-se ainda que desde 1996 Portugal tem sido palco da realização de grandes eventos internacionais universitários, reconhecidamente de excelência ao nível da qualidade organizativa evidenciada. Prova disso são os últimos 21 anos em que se totaliza a organização de 12 Campeonatos Mundiais Universitários, 14 Campeonatos Europeus Universitários, do FISU Fórum 2004 (em pleno Ano Europeu da Educação pelo Desporto), do EUSA Simpósio 2005 (no âmbito das comemorações do Ano internacional do Desporto e da Educação Física) e da Assembleia-geral, Conferência e Gala da EUSA em 2013 e 2017.

Em 2019 o nosso país receberá mais 3 eventos europeus, os Campeonatos Europeus Universitários de Basquetebol 3x3 (Porto) e Futsal (Braga) e a Assembleia geral, Conferência e Gala da EUSA em Aveiro. Em 2020 está já programado para Vila Real o Campeonato do Mundo Universitário de Pentatlo Moderno.

 

Descrição Sumária da Função: 

Com a dimensão, preponderância e visibilidade que a FADU tem vindo a adquirir ao longo dos últimos anos, não só no plano desportivo como em outros domínios de atuação, exige que marque uma presença constante em diferentes meios e espaços de difusão.

Para isso, terá de existir uma forte capacidade de resposta às tarefas e desafios com que esta se depara diariamente, com a necessidade de estabelecer e desenvolver estratégias de ação promocional e comunicacional junto do público-alvo e operacionalização de políticas de lançamento, difusão e dinamização das suas iniciativas, face ao elevado número de atividades e projetos em curso.

Pretende-se uma atuação versátil e ativa, quer na criação e produção de conteúdos de comunicação, quer na gestão de meios e ferramentas que contribuem para a divulgação, promoção e valorização da FADU, do desporto universitário e dos seus parceiros, sempre com base na valorização do trabalho que diariamente desenvolve, em prol do Desporto e da Educação do nosso país.

Aumentar a exposição pública da FADU e do Desporto Universitário é uma aposta estratégica a reforçar, e com isso alavancar a entrada de mais parceiros e paralelamente reforçar as parcerias existentes, consolidá-las e daí atrair mais benefícios.

 

Objetivos: 

Gestão das páginas oficiais da FADU na internet e redes sociais;

Criação de conteúdos para os canais de comunicação da FADU;

Planificação e gestão da marca FADU e a dos seus parceiros nos eventos desportivos;

Planificação e operacionalização de campanhas e eventos, ações promocionais, incluindo ações estratégicas estabelecidas com os seus parceiros e patrocinadores;

Planificação e edição de materiais promocionais, de comunicação e divulgação;

Gestão e organização dos suportes e ferramentas de comunicação e imagem;

Assessoria ao Presidente e Direção da FADU no domínio da comunicação institucional e da projeção e valorização da marca FADU.

 

Perfil do Candidato: 

Grau de licenciado (formação mínima exigida), com formação nas áreas da comunicação, marketing, jornalismo ou outras similares;

Forte competência comunicacional (verbal e escrita) e de gestão do tempo;

Forte flexibilidade para a execução de funções multitasking;

Capacidade de produção de conteúdos online, jornalismo desportivo, captação e edição de fotografia;

Conhecimento do fenómeno desportivo e da realidade do desporto universitário português;

Espírito de proatividade, versatilidade e responsabilidade;

Boa capacidade de organização administrativa e planeamento;

Fluência em Português e Inglês (compreensão oral, leitura, conversação e escrita);

Conhecimentos gerais do Microsoft Office (Word, Excel, Outlook) e ferramentas de Imagem e Multimédia;

Disponibilidade para deslocações nacionais e internacionais;

Carta de Condução.

 

Remuneração: 

Vencimento mensal ilíquido de 736,00 €.

Acresce subsídio de alimentação.

 

Local de Trabalho: 

O local de trabalho é em Lisboa, na sede da Federação Académica do Desporto Universitário.

 

Vinculo:

Contrato de trabalho, vigente para o período de 6 meses.

 

Disponibilidade: 

Disponibilidade imediata;

40 horas semanais (horário a definir).

 

Candidatura: 

As candidaturas deverão ser submetidas até ao dia 8 de fevereiro de 2019, para o e-mail rh@fadu.pt.

Os documentos exigidos na candidatura são:

Carta de motivação;

Curriculum Vitae com fotografia;

Documento comprovativo das habilitações literárias;

Outra documentação considerada relevante para a candidatura.

 

Etapas de Seleção: 

1ª etapa: Pré-seleção dos candidatos, após análise da documentação submetida (A divulgação dos candidatos selecionados para a 2ª fase acontecerá até ao dia 13 de fevereiro de 2019, em www.fadu.pt e por e-mail para todos os candidatos;

2ª etapa: Chamada dos candidatos para entrevista e seleção, de acordo com a análise da documentação submetida e com base na entrevista realizada.

 

Outras informações: 

Para qualquer informação adicional sobre a presente oferta de emprego é favor contactar através do e-mail rh@fadu.pt.

 

Estatuto Estudante-Atleta aprovado pelo governo de Portugal

 

 

O Conselho de Ministros aprovou hoje o Estatuto do Estudante-Atleta nacional, uma reivindicação antiga da Federação Académica do Desporto Universitário. Este estatuto do estudante-atleta vai possibilitar massificar a prática desportiva no Ensino Superior.

 

Para a FADU, a promulgação deste diploma “produzirá um impacto direto na vida dos estudantes- atletas nacionais”, permitindo aumentar os índices de prática desportiva na população mais jovem, sendo assim “uma reforma muito positiva para o desporto português”.

 

O presidente da FADU, Daniel Monteiro, "o estatuto agora aprovado visa facilitar a conciliação das chamadas carreiras duais - a académica e a desportiva, representando mais um passo para a valorização social do Desporto. Apesar do atraso, esta é uma reforma muito positiva para o Desporto português e, por isso, a FADU reforça o agradecimento ao executivo por ter atendido às exigências dos estudantes-atletas portugueses".

 

Entre as principais medidas estão a relevação de faltas, o acesso a épocas especiais de exames, o adiamento da entrega e apresentação de trabalhos, assim como da realização de momentos de avaliação que coincidam com competições desportivas, admitir a escolha de turmas e horários mais adequados à conciliação com a atividade desportiva.

 

A aprovação deste Estatuto permite a uniformização a nível nacional das condições dadas aos estudantes-atletas. As medidas previstas no diploma começam a ser aplicadas pelas Instituições de Ensino Superior a partir do ano letivo de 2019/2020.

 

A Federação Académica do Desporto Universitário participou no grupo de trabalho que ajudou a redigir este diploma e que integrou a Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto, sob tutela do Ministério da Educação e a Secretaria de Estado do Ensino Superior, sob tutela do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior.

 

Antes de ser promulgado em Conselho de Ministros, o diploma passou também pelo crivo do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas e do Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos, tendo assim a aprovação de todas as entidades do setor.

Xavier Vieira integra Comissão de Estudantes da EUSA

 

 

O presidente da Associação Académica da Universidade de Aveiro, Xavier Vieira, é o novo membro da Comissão de Estudantes da Associação Europeia do Desporto Universitário (EUSA), mantendo assim a representação de Portugal nesta comissão e sucedendo ao presidente da FADU, Daniel Monteiro.

 

A Comissão de Estudantes da EUSA tem um mandato de dois anos, que termina em 2020 e continua a ser liderado pela húngara, Anna Edes. Xavier Vieira é um dos nove membros que integram esta comissão.

 

Xavier Vieira é atualmente o presidente da Associação Académica da Universidade de Aveiro tendo liderado a Comissão Organizadora local das Fases Finais dos Campeonatos Nacionais Universitários de 2018.

 

A Comissão de Estudantes da EUSA tem como principais missões o programa de voluntariado da EUSA, bem como as iniciativas de responsabilidade social do Desporto Universitário europeu.

 

 

A primeira reunião da nova Comissão de Estudantes vai decorrer entre os dias 25 e 27 de janeiro, em Ljubliana, Eslovénia.

Estudantes-atletas homenageadas pelo Município do Barreiro

 

Oito estudantes-atletas foram agraciados pela Câmara Municipal do Barreiro com a Medalha de Mérito Desportivo na Festa do Desporto, que decorreu no passado dia 24 de novembro.

 

A medalhada de bronze no Campeonato Mundial Universitário, Inês Lima Gonçalves, foi uma das homenageadas pela autarquia do Barreiro, num total de oito atletas que receberam distinções pelas participações em competições universitárias.

 

Ana Ramos, no karaté; Bernardo Oliveira, no atletismo; Frederico Mendonça, na esgrima; Hugo Ferreira, no xadrez e Tiago Fialho, no andebol, completam a lista de estudantes-atletas distinguidos pela Câmara do Barreiro.

 

A Festa do Desporto do Barreiro decorreu no sábado, 24 de novembro, no Pavilhão Municipal Luís de Carvalho, tendo homenageado centenas de atletas.

 

A “Igualdade de Género” foi o tema da edição deste ano, a 12ª, que teve como objetivo sensibilizar a abordagem ao desporto, indiferentemente, “no feminino e masculino”. 

 

A cerimónia contou com as participações especiais do Armazém 13, do Barreiro Ginásio Clube e AcroSFAL.

FADU conquista Galardão Prestígio da AAUTAD

 

 

A Federação Académica do Desporto Universitário (FADU) foi premiada com o Galardão Prestígio na VII Gala do Desporto da Associação Académica da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (AAUTAD), que decorreu no dia 23 de outubro, no Restaurante Panorâmico da universidade.

 

Ao receber o prémio, Pedro Castro, vice-presidente da FADU, parabenizou a comunidade desportiva da AAUTAD, referindo ainda que, “a Academia Transmontana está de parabéns pela aposta que tem feito no desporto, tornando-o num pilar fundamental para o desenvolvimento da sua comunidade académica”.

 

O vice-presidente da FADU acrescentou ainda que, “o cada vez maior numero de estudantes desta universidade a participarem nas nossas competições nacionais, mas, também por outro, a vossa capacidade de receberem inúmeras competições nacionais criaram condições suficientes para que, finalmente, decorra nesta academia um Campeonato Mundial Universitário, já em 2020”.

 

Ainda na sua intervenção, Pedro Castro quis deixar a referência de que este Galardão Prestígio, “assinala um reconhecimento mútuo do esforço e trabalho feitos, quer pela FADU quer pelos seus clubes e associados, no fortalecimento e promoção do desporto universitário no nosso país”, deixando “um sinal claro da afirmação do ensino superior como um espaço de excelência para que os nossos jovens continuem a desenvolver o seu percurso desportivo”.

 

A FADU tinha conquistado já este galardão em 2016, repetindo agora a conquista. O prémio foi entregue pelo Reitor da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro e também presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas, António Fontaínhas Fernandes.

 

A Gala de Desporto da AAUTAD premeia os melhores do ano no Desporto Universitário, valorizando assim as conquistas desportivas da academia transmontana ao longo de uma temporada.

 

 

 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?