Notícias

Meia centena reúnem-se para preparar temporada desportiva de 2018/2019

 

Perto de meia centena de dirigentes e técnicos desportivos reuniram-se na Quinta-feira, 27 de setembro, no auditório do Centro de Medicina Desporto de Lisboa para mais uma Reunião Técnica promovida pela Federação Académica do Desporto Universitário, para preparar a temporada 2018/2019. 

 

A reunião técnica assinala o lançamento da temporada desportiva, reunindo assim os técnicos desportivos das Instituições de Ensino Superior e/ou Associações Académicas e de Estudantes, bem como os dirigentes com as pastas do desporto das diversas academias do país.

 

Da parte da manhã, foram apresentadas as alterações regulamentares devido à aplicação do Regulamento Geral de Proteção de Dados, bem como esclarecidas as questões relacionadas com o processo de filiação e inscrição de clubes, equipas e agentes.

 

Depois de almoço, decorreu um workshop de Touch Rugby, antes do inicio dos trabalhos da parte da tarde, com as alterações ao Regulamento de Provas Oficiais. Ainda durante a tarde foi possível falar sobre o processo de candidaturas e organização dos eventos promovidos pela FADU.

 

A Reunião Técnica decorreu pelo segundo ano consecutivo no auditório do Centro de Medicina Desportiva, no Estádio Universitário de Lisboa. A temporada desportiva nacional da FADU tem inicio marcado para o dia 29 de outubro, com o Campeonato Nacional Universitário de Ténis – Equipas, em Coimbra.

Cidade Europeia do Desporto recebeu comemorações do Dia Internacional do Desporto Universitário

 

Braga recebeu nos dias 21 e 22 de setembro as comemorações do Dia Internacional do Desporto Universitário, promovidas pela Federação Académica do Desporto Universitário, pela Associação Académica da Universidade do Minho, pela Universidade do Minho e pela Câmara Municipal de Braga.

 

 

Na Sexta-feira, decorreu no Restaurante Panorâmico da Universidade do Minho, o Fórum FADU, com a presença do Selecionador Nacional de Futsal, Jorge Braz, do presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, do treinador de atletismo, Pedro Pinto, do Diretor de Comunicação do SC Braga, André Viana, entre outros.

 

Nos painéis ao longo da tarde, debateu-se a experiência passada de ex-atletas universitários, o contributo do Desporto Universitário para o sistema desportivo português, bem como as formas de melhorar o impacto dos eventos desportivos universitários.

 

 

No Sábado, foi dia de calçar os ténis, com as comemorações a começarem com um Jogo das Estrelas, onde de um lado pontuaram dirigentes associativos de todo o país, capitaneados pelo presidente da FADU, Daniel Monteiro e pelo presidente da AAUM, Nuno Reis, e do outro, membros da Câmara Municipal de Braga, capitaneados pelo presidente da autarquia, Ricardo Rio.

 

Ao longo do dia, decorreu também um Torneio Inter-Academias, onde participaram a Associação de Estudantes do Instituto Superior de Engenharia do Porto (aeISEP), a Associação Desportiva do Ensino Superior de Lisboa (ADESL), a Associação de Estudantes da Universidade de Aveiro (AAUAv), a Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM) e a Associação de Estudantes da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (AEFEUP).

 

 

O Dia Internacional do Desporto Universitário contou ainda com uma aula aberta de boxe, promovida pelo SC Braga, tendo terminado com uma aula de dança, em grupo, que encerrou assim as comemorações do 3º DIDU em Portugal.

 

 

O Dia Internacional do Desporto Universitário assinala-se a 20 de setembro, tendo sido declarado pela UNESCO em 2016. Em Portugal, as comemorações estão a cargo da FADU que, em 2016 assinalou o dia no Porto, em 2017 em Coimbra e este ano em Braga.

 

aeISEP conquista coletivo do BTT após a prova de XCO

 

O Campeonato Nacional Universitário de BTT – XCO encerrou a temporada desportiva nacional da Federação Académica do Desporto Universitário, no dia 13 de julho. No total das três provas de BTT, a Associação de Estudantes do ISEP venceu o troféu coletivo.

 

Na prova masculina, Pedro Lopes, da Associação Académica da Universidade do Minho, terminou as seis voltas da prova com um tempo de 1h11m31, relegando Simão Santos, do Instituto Politécnico de Viseu, para o 2º lugar, a 1 segundo de diferença.

 

A medalha de bronze foi alcançada por António Azevedo, da Associação Académica do Instituto Politécnico do Cávado e Ave, com uma diferença de 1m50s para o 1º classificado.

 

Na prova feminina, Ana Tomás, do Instituto Politécnico de Viseu, concluiu as quatro voltas em 1h02m49, deixando Ana Moreira, da Associação Académica da Universidade Lusíada do Porto, com a medalha de prata, com uma diferença de 17m59.

 

Assim, no troféu coletivo, somadas as participações nas provas de XCM, Downhill e XCO, a Associação de Estudantes do ISEP foi a vencedora, com 135 pontos, deixando a Associação Académica da Universidade de Aveiro no 2º lugar, com 120 pontos. O troféu de bronze foi alcançado pela AAUM, com um total de 84 pontos.

 

O Campeonato Nacional Universitário de BTT – XCO decorreu no dia 13 de julho, no Parque Desportivo de Sousa Santa Maria, em Guimarães e contou com a organização local da Associação Académica da Universidade do Minho, em parceria com a Associação de Ciclismo do Minho.

 

Minho conquista troféu coletivo no Nacional Universitário de Taekwondo

 

 

A Associação Académica da Universidade do Minho conquistou mais uma vez o Campeonato Nacional Universitário de Taekwondo. O Nacional Universitário decorreu em Aveiro, no dia 10 de junho.

 

Nos <49kgs, em femininos, Valeria Moreno, da Associação Académica da Universidade de Évora, conquistou a medalha de ouro, enquanto nos <53kgs foi Ana Coelho, da Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM), a arrebatar a medalha de ouro.

 

Nos <57kgs, Filipa Bastos, da AAUM, conquistou o lugar mais alto do pódio, enquanto em <58kgs masculinos, Gonçalo Faustino, da Associação Académica do Instituto Politécnico de Setúbal, foi o vencedor.

 

Em <62kgs, femininos, Marisa Simões, da academia minhota, venceu a competição, sendo que nos <63kgs masculinos, foi Gabriel Abreu, também do Minho, a conquistar a medalha de ouro. Nos <67kgs, Sara Vital, da Universidade do Porto, arrebatou a medalha de ouro.

 

Em masculinos, nos <68kgs, Renato Viana, da Universidade do Porto, terminou à frente de toda a concorrência, enquanto Ricardo Pires, da Associação de Estudantes do ISEL, foi o vencedor na categoria de <74kgs.

 

Em <80kgs, Júlio Ferreira, da AAUM, venceu na sua categoria, renovando assim o título nacional universitário. Nos <87kgs, foi José Malafaia, da Associação Académica do IP Setúbal, que conquistou o ouro.

 

Em >87kgs, António Cardoso, da Associação Académica da Universidade do Minho, conquistou o lugar mais alto do pódio.

 

Em Dan, Tatiana Costal, da Associação de Estudantes da Faculdade de Motricidade Humana, conquistou a medalha de ouro em femininos, enquanto em masculinos foi Bruno Fidalgo, da Associação de Estudantes do Instituto Piaget de Almada, a conquistar o título.

 

Em Kup, Catarina Ribeiro, da Associação de Estudantes do Instituto Superior Técnico, bateu a concorrência para conquistar a medalha de ouro.

 

No troféu coletivo, a Associação Académica da Universidade do Minho voltou a conquistar o 1º lugar, com 30 pontos, relegando a Universidade do Porto para a medalha de prata e a Associação Académica da Universidade de Aveiro para a medalha de bronze.

 

O Campeonato Nacional Universitário de Taekwondo contou com a presença de perto de seis dezenas de estudantes-atletas e decorreu no Pavilhão Aristides Hall, em Aveiro, que foi a “casa-mãe” das Fases Finais dos Campeonatos Nacionais Universitários desta temporada. A prova contou com a organização local da Associação Académica da Universidade de Aveiro.

Academias de Lisboa conquistam all around no Nacional Universitário de Ginástica Artística

 

 

O Centro de Alto Rendimento de Anadia recebeu no dia 30 de junho o Campeonato Nacional Universitário de Ginástica Artística. Marta Damásio, da Associação de Estudantes do Instituto Superior Técnico e Bernardo Almeida, da Associação de Estudantes da Faculdade de Motricidade Humana, conquistaram o all around.

 

No all around feminino, a estudante-atleta do Técnico, Marta Damásio, superiorizou-se a Sofia Adão, da Universidade Nova de Lisboa e a Bárbara Azevedo, da Universidade do Porto. Na categoria masculina, Bernardo Almeida, da AEFMH, conquistou mais pontos do que Michael Viegas da Associação de Estudantes da Escola Superior de Tecnologias da Saúde de Coimbra e do que Joel Reis, da Universidade do Porto.

 

Por disciplina, nos saltos, Inês Mimoso, da Universidade do Porto, conquistou a medalha de ouro, a mesma que foi conquistada por Bernardo Almeida, em masculinos. No solo, vitória novamente para Bernardo Almeida e para Marta Damásio.

 

Nas paralelas assimétricas e na trave, a medalha de ouro foi para a olímpica Filipa Martins, que relegou Marta Damásio para o segundo lugar, nas duas disciplinas.

 

 

Nos masculinos, no cavalo com arções, Diogo Romero, da Universidade do Porto, bateu a concorrência, enquanto nas argolas e nas barras paralelas foi Michael Viegas, da AEESTeSC, a conquistar o ouro. Por fim, na barra fixa, Bernardo Almeida amealhou mais uma medalha de ouro.

 

Sem estar em disputa o troféu coletivo, destaque para a Universidade do Porto e para a AEFMH, com quatro medalhas de ouro, cada.

 

O Campeonato Nacional Universitário de Ginástica Artística decorreu em Anadia, e contou com a parceria da Federação de Ginástica de Portugal, tendo estado inscritos mais de duas dezenas de estudantes-atletas.

 

 

FISU nomeia embaixadores no Fórum Mundial do Voluntariado

 

A Federação Académica do Desporto Universitário participou novamente no Fórum Mundial de Voluntariado da Federação Internacional do Desporto Universitário, que decorreu em Kazan, na Rússia, entre os dias 13 e 21 de junho.

 

Cédric Vieira foi o representante de Portugal neste evento da FISU, que reuniu 100 elementos ligados ao desporto universitário de 92 países diferentes. No final da iniciativa, Cédric Vieira foi nomeado o embaixador português da FISU para o ano de 2018 e 2019.

 

A figura do embaixador da FISU tem como objetivo a promoção dos valores do desporto universitário no país de atuação, bem como a promoção de eventos de promoção, como é o caso do Dia Internacional do Desporto Universitário.

 

Durante os oito dias de trabalhos, os países juntaram-se por grupos onde construíram projetos no âmbito da promoção do voluntariado. Portugal participou num grupo com representantes da Suécia, Hungria, Islândia, Estónia, Emirados Arábes Unidos, Holanda, Jamaica, Rússia e Cambodja.

 

 

A par do projeto desenvolvido, os representantes participaram ao longo dos vários dias num programa alargado de conferências e de formação. O programa incluía ainda a visita às instalações desportivas que foram criadas para as Universíadas de Kazan, em 2013.

 

Tendo em conta a realização do Campeonato do Mundo de Futebol, os participantes puderam ainda assistir ao encontro entre a França e a Austrália e ver assim de perto a organização de um evento desportivo de grande dimensão.

 

Para Cédric Vieira, representante de Portugal neste Fórum Mundial de Voluntariado da FISU, “esta foi uma experiência enriquecedora não só a nível pessoal, mas também para a própria estrutura da FADU”, acrescentando que, “o desafio agora é implementar as boas práticas aqui explicadas em Portugal”.

 

Portugal esteve ainda representado a um outro nível com a participação do presidente do Conselho Nacional de Juventude, Hugo Carvalho, num dos painéis do evento.

 

O Fórum Mundial de Voluntariado da FISU teve a sua segunda edição este ano, depois de no ano anterior ter decorrido também em Kazan. O ano passado, Portugal marcou também presença na iniciativa.

 

"Ir a uns Jogos Olímpicos depois de umas Universíadas é muito mais vantajoso"

 

O primeiro painel do Fórum FADU, que decorreu na Sexta-feira, 21 de setembro, juntou o presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, o Selecionador Nacional de Futsal, Jorge Braz, o treinador de atletismo, Pedro Pinto e o presidente da FADU, Daniel Monteiro, numa “discussão” sobre a importância das participações internacionais universitárias para o desenvolvimento do desporto português.

 

O presidente da FADU, Daniel Monteiro, abriu o debate ao fazer um balanço sobre a forma como as modalidades aproveitam os momentos competitivos universitários para desenvolverem os seus atletas, dando o exemplo do futsal, em que a seleção universitária é quase uma antecâmara da seleção A, ou do atletismo, que em Universíadas conta com atletas pré-olímpicos e nalguns casos, atletas olímpicos.

 

Para Daniel Monteiro, os momentos competitivos universitários são oportunidades que os atletas e as equipas portuguesas têm para competir a um nível elevado, o que, particularmente em modalidades individuais nem sempre é fácil.

 

O presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, reconheceu que, “o ciclismo tem um longo caminho pela frente” no meio universitário. Para o líder federativo do ciclismo, o desporto universitário é a plataforma ideal para diminuir a quebra de praticantes na passagem do escalão de júnior para Sub23 e que é essencial para uma melhoria da qualidade do ciclismo nacional.

 

O Selecionador Nacional de Futsal, Jorge Braz, que é também o Selecionador Nacional Universitário, frisou a importância da cooperação de longos anos entre a FADU e a Federação Portuguesa de Futebol, lembrando o número elevado de atletas atualmente na equipa A que passaram, ou começara, na seleção nacional universitária.

 

Pedro Pinto, treinador de atletismo, responsável por duas das medalhas conquistadas na última edição das Universíadas (o ouro de Diogo Ferreira e o bronze de Marta Onofre), fez um comparativo entre as Universíadas e os Jogos Olímpicos, considerando a prova universitária a mais idêntica a umas Olimpiadas, considerando que “um atleta vai muito mais preparado para uns Jogos depois de ter passado por umas Universíadas”.

 

O técnico referiu ainda que numas Universíadas se podem encontrar facilmente sete ou oito dos melhores atletas mundiais e que estão “constantemente em Campeonatos do Mundo ou Jogos Olímpicos”.

 

Ainda no que toca à criação de condições para a participação em eventos universitários, Delmino Pereira referiu a dificuldade em conciliar calendários, exemplificando com “um recente problema na União Ciclista Internacional, que queria todos os Campeonatos Nacionais no mundo no final de Junho, que é o pico dos exames nacionais”.

 

Jorge Braz abordou os objetivos competitivos que devem ser colocados nas Seleções Universitárias, entre os objetivos no que toca aos resultados ou o desenvolvimento de uma geração de atletas, defendendo assim a utilização de uma “estratégia global de desenvolvimento do desporto, neste caso, com recurso ao desporto universitário”.

 

Pedro Pinto referiu ainda a importância das conquistas no Desporto Universitário, no caso em especifico das medalhas conquistadas em Universíadas, para o desenvolvimento desportivo dos seus atletas, mostrando-se “mais confiantes e mais despreocupados em mostrar resultados e sim em evoluir”.

 

Daniel Monteiro abordou a evolução da sensibilidade das federações, das equipas técnicas e dos clubes para o Desporto Universitário, dizendo que, “a FADU é aquilo que as federações desportivas quiserem”, salientando a importância da cooperação entre o Desporto Universitário e a federação da respetiva modalidade, para contribuir para o desenvolvimento do desporto nacional.

 

FADU marcou presença no Fórum da FISU

 

Decorreu entre os dias 6 e 10 de agosto o Fórum da Federação Internacional do Desporto Universitário (FISU), em Krasnoyarsk, na Rússia, que será a cidade anfitriã da Universíada de Inverno em 2019.

 

A Federação Académica do Desporto Universitário (FADU) marcou presença nesta iniciativa através do administrador, Rodrigo Medeiros e dos vice-presidentes, Pedro Castro e Silvério Pinheiro, bem como do presidente da Comissão Organizadora do Campeonato Europeu Universitário de Basquetebol 3x3, João Pedro Videira.

 

A 14ª edição do Fórum FISU contou com a presença de 170 elementos, oriundos de 50 países, tendo sido promovida em parceria com a Universidade Federal da Sibéria.

 

Temas como a liderança no desporto, a igualdade de oportunidades, os valores e a ética no desporto e as carreiras duais, estiveram em destaque ao longo dos cinco dias de trabalhos no Fórum da FISU.

 

O presidente da FISU, Oleg Matytsyn, que esteve há poucas semanas em Portugal para acompanhar os Jogos Europeus Universitários, frisou que “o objetivo do Fórum é definir os problemas e através do diálogo encontrar as soluções”, destacando ainda que, “as relações humanas são o principal legado dos eventos desportivos”.

 

Na iniciativa, o presidente da Comissão de Educação do Comité Olímpico Internacional, Barry Maister, destacou que, “os atletas são parte do movimento desportivo e cabe às estruturas saber integrá-los no pós-carreira”.

 

Durante o Fórum FISU os participantes puderam ainda experimentar o curling, uma das modalidades presentes na Universíada de Inverno do próximo ano.

 

 

O Fórum da FISU é o evento anual de debate do desporto universitário mundial, sendo também uma plataforma privilegiada de promoção da atividade regular das federações nacionais universitárias.

 

 

U.Porto com dois títulos no Nacional Universitário de Equitação

 

 

Dois estudantes-atletas da Universidade do Porto conquistaram o título nacional universitário de equitação nas variantes de ensino e de saltos de obstáculos. No combinado, foi Luis Atayde, da Associação de Estudantes da Faculdade de Ciências de Lisboa, a conquistar a medalha de ouro.

 

Na variante de ensino, Francisco Nova, da Universidade do Porto, conquistou o título nacional universitário, com os cavalos Sanchero 5 e Aéreo, relegando para a medalha de prata, Brenda Scherdien Santos, da AEFCL e para a medalha de bronze, João Faia Colarinha, da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Agronomia.

 

Em saltos de obstáculos, foi novamente a Universidade do Porto a arrebatar a medalha de ouro, através de Mafalda Gonçalo, com o cavalo Iarco Douglas. Filipe Lechner Ravara, da AEISA, conquistou a medalha de prata, enquanto Luis Arayde, da AEFCL, ficou com o bronze.

 

Na classificação combinada, Luis Atayde conquistou o primeiro lugar do pódio, com Madalena Almeida, da Associação Académica da Universidade de Évora, a conquistar a medalha de prata e Duarte Manoel, também da academia de Évora, a ficar com o bronze.

 

O Campeonato Nacional Universitário de Equitação decorreu nos dias 7 e 8 de julho, em Mafra, e contou com a organização local da Associação de Estudantes do Instituto Superior de Agronomia.

FADU apresenta novo elemento

 

A Federação Académica do Desporto Universitário (FADU) apresentou na cerimónia de lançamento da Missão Portuguesa aos Jogos Europeus Universitários – Coimbra 2018, o seu mais recente elemento.

 

O Dual é a nova mascote da FADU, que representa o estudante-atleta português e cujo nome surge das Carreiras Duais, uma das bandeiras estratégicas da Federação Académica do Desporto Universitário.

 

A mascote deu-se a conhecer no dia 22 de junho, pela mão do DUC, a mascote dos Jogos Europeus Universitários e será presença assídua nos principais eventos da FADU, a começar já pelos EUG 2018.

 

 

Inspirado no logótipo da FADU, o Dual veste as cores do Desporto Universitário nacional, apresentando o número 90, o ano da fundação da Federação Académica do Desporto Universitário.

 

O Dual vai marcar presença nos Jogos Europeus Universitários, em Coimbra, e estará presente durante a próxima temporada desportiva do Desporto Universitário nacional.

 

Se vires por aí o nosso novo elemento, já sabes: tira uma foto com o Dual e partilha nas redes sociais com a hashtag #dualfadu ;)

Presidente da FADU participou no Fórum do Desporto Universitário de Cabo Verde

 

O presidente da Federação Académica do Desporto Universitário (FADU), Daniel Monteiro, esteve em Cabo Verde para uma visita de três dias no âmbito da participação no I Fórum do Desporto Universitário Cabo-verdiano.

 

Daniel Monteiro participou no I Fórum do Desporto Universitário promovido pela Federação das Associações dos Estudantes Universitários de Cabo Verde. Daniel Monteiro falou sobre a experiência nacional e internacional da FADU, mostrando assim o trabalho que tem desenvolvido ao longo dos últimos anos, quer na dinamização da atividade nacional, quer nas participações internacionais.

 

No encerramento do Fórum, a FADU e a Federação das Associações de Estudantes Universitários de Cabo Verde (FAEUCV), assinaram um protocolo de cooperação que prevê, intercâmbios entre as duas estruturas, a formação de dirigentes, a participação em momentos desportivos e a doação de material desportivo, bem como uma cooperação alargada no âmbito da comunidade lusófona.

 

No primeiro dia da visita, o presidente da FADU, Daniel Monteiro, foi recebido pelo Secretário de Estado adjunto do Ministro da Juventude e do Desporto, Carlos Monteiro, com quem trocou impressões sobre a importância do Desporto Universitário no desenvolvimento desportivo do país.

 

Depois da participação no Fórum do Desporto Universitário, Daniel Monteiro teve oportunidade para conhecer as academias locais, tendo visitado a Universidade de Cabo Verde e a Universidade Jean Piaget.

 

 

O presidente da FADU foi ainda recebido pela presidente do Comité Olímpico de Cabo Verde, Filomena Fortes, onde abordaram a importância dos valores do Olimpismo estarem ao serviço das comunidades, numa procura crescente de valorizar o papel e o impacto do Desporto nas causas sociais do país. Destacou-se ainda o importante papel que o Desporto Universitário pode e deve ter na valorização social do Desporto no país, como estilo de vida saudável e altamente recomendável.

 

Antes de dar por concluída a visita, Daniel Monteiro foi recebido pela Embaixadora de Portugal em Cabo Verde, Helena Paiva, com quem debateu os desafios futuros do país, bem como o contributo que o Desporto e o Desporto Universitário, em particular, podem dar para o desenvolvimento do país e as oportunidades existentes no espaço lusófono.

 

A visita a Cabo Verde decorreu entre os dias 2 e 4 de julho, a convite da Federação das Associações de Estudantes Universitários de Cabo Verde e deu seguimento à estratégia de proximidade entre a FADU e as congéneres lusófonas no setor do Desporto Universitário.

Minho conquista troféu Nacional Universitário coletivo na escalada

 

O Complexo Desportivo da Universidade do Minho, em Braga, recebeu nos dias 16 e 17 de junho o Campeonato Nacional Universitário de Escalada, que decorreu nas variantes de dificuldade e velocidade.

 

No dia 16 de junho, decorreu a prova de dificuldade. Em femininos, Emilia Placzek, da Associação Académica da Universidade da Beira Interior, manteve o nível ao longo de toda a prova, superiorizando-se à concorrência. O 2º lugar foi obtido por Ana Rodrigo, da Universidade Nova de Lisboa, conquistou a medalha de prata, enquanto o bronze foi entregue, ex-aqueo, a Karolina Wojtaszek, da AAUBI e a Daniela Oliveira, da AAUM.

 

Em masculinos, Frederico Gimenez, da NOVA, conquistou 21+ na final e conquistou a medalha de ouro, tendo por perto Lucca Cunha, da Universidade do Porto, que ficou com a medalha de prata. Atrás, mas ainda no pódio, ficou Paulo Fernandes, da academia do Minho, com 17 pontos, na final.

 

Na variante de velocidade, que decorreu no dia 17 de junho, José Pedro Monteiro, da Associação Académica da Universidade do Minho, superiorizou-se à concorrência para conquistar a medalha de ouro, relegando Paulo Ribeirinho Soares, da Universidade do Porto, para a prata. O 3º posto foi alcançado por José Pinto, da NOVA.

 

Em femininos, Karolina Wojtaszek, da Associação Académica da Universidade da Beira Interior, bateu Inês Sampaio, do Minho, na final, conquistando assim o topo do pódio. No apuramento do 3º lugar, Joana Rita Pereira, da AAUM, levou a melhor.

 

Somadas as duas variantes, a Associação Académica da Universidade do Minho conquistou o troféu coletivo, tendo vencido na velocidade e conquistado o 2º lugar na dificuldade. A academia minhota conquistou mais seis pontos do que a Universidade Nova de Lisboa, que conquistou o 2º lugar e mais 32 do que a Universidade do Porto, que ficou com o 3º posto coletivo.

 

O Campeonato Nacional Universitário de Escalada decorreu nos dias 16 e 17 de junho, em Braga, e contou com a presença de mais de 60 estudantes-atletas. O evento contou com a organização local da Associação Académica da Universidade do Minho.

 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?