Mundiais 2016

Contagem decrescente para o Mundial Universitário de Karaté

 

 

Foi divulgada no dia 28 de julho a convocatória oficial das duas seleções universitárias de Karaté (Masculina e Feminina) que irão representar Portugal no Campeonato do Mundo Universitário de Karaté 2016, que se realiza em Braga, de 10 a 13 de agosto.

 

Patrícia Cardoso (Escola Superior de Enfermagem do Porto), Rita Morgado (Instituto Politécnico de Lisboa), Filipa Fernandes (Instituto Politécnico do Porto), Leandro Salvador (Instituto Universitário de Lisboa), Jorge Castro (Universidade de Aveiro), Vasco Agostinho (Universidade da Beira Interior), Ana Cruz, Jéssica Marques e Miguel Diz (Universidade de Lisboa), Ana Simão e Rodrigo Pina (Universidade Nova de Lisboa), Inês Rodrigues, Flávio Cunha, Gonçalo Pinto, Joaquim Mendes e Luís Silva (Universidade do Porto) e Ana Madureira (Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro) são os estudantes-atletas convocados – 9 elementos na equipa masculina e 8 na feminina –, que começam o estágio de preparação no dia 7 de agosto, no Complexo Desportivo de Gualtar da Universidade do Minho, em Braga. 

 

Esta é a primeira participação da seleção portuguesa no Campeonato Mundial Universitário de Karaté, que se realiza nas vertentes Kata e Kumite. É também a primeira vez que Portugal recebe um evento, a nível universitário, desta modalidade. Para o selecionador Joaquim Gonçalves é uma oportunidade única de participar com uma comitiva alargada: “Conseguimos ter todas as categorias preenchidas, quer na vertente de combate quer na vertente técnica, em masculino e feminino.” Joaquim Gonçalves é prudente e já tem os objetivos bem traçados: “Temos de ter a consciência de que é a primeira vez que a equipa está junta e numa competição de elevado nível, onde o fator preparação psicológica pode ser determinante. Contudo, temos alguns atletas experientes, que pertencem às Seleções Nacionais da Federação Portuguesa de Karaté – inclusive com bons resultados em campeonatos da Europa e do Mundo. São atletas com maior maturidade competitiva que podem obter uma medalha.”

 

Daniel Monteiro, presidente da FADU - Federação Portuguesa do Desporto Universitário, acredita na qualidade da comitiva portuguesa: “Por jogarmos em casa, numa região com tradição forte no Karaté, depositamos elevadas expetativas nesta estreia e o objetivo é estarmos presentes nas decisões mais avançadas da competição, nas diversas categorias.” Daniel Monteiro acrescenta: “É uma modalidade que está em crescimento, também a nível internacional – fala-se na possibilidade de vir a ser uma modalidade olímpica -, pelo que é uma oportunidade para Portugal, pela via universitária, mostrar a competência organizativa e a qualidade do Karaté português.”

 

 

4º lugar para o Rugby 7's Feminino

 

 

No 7º Campeonato Mundial Universitário de Rugby 7s, as “lobas” conseguiram o 4º lugar.
Depois de uma passagem histórica às meias-finais, a seleção nacional universitária jogou com a França e perdeu por 26-0, restando a Portugal a discussão pelo 3º lugar com a seleção japonesa.
As estudantes-atletas portuguesas não conseguiram a superioridade e perderam por 12-24. 

 

 

 

Seleção de Futsal Feminino nas Meias Finais

 

 

A derrota sofrida pela Rússia por 2-0 na passada segunda-feira, 4 de julho, acabou por ser motivadora para a seleção feminina. O encontro de terça-feira, 5 de julho, com a Colômbia, foi dominado por completo pelas universitárias lusas. Ao intervalo já era possível ver no marcador 5-0, com vantagem para Portugal. A cada golo marcado a confiança aumentava e a tarefa tornou-se ainda mais fácil na segunda parte. O resultado final foi 9-0. A atleta estudante que mais se destacou foi Fernanda Alves, ao encaixar três vezes a bola nas redes.

 

No dia seguinte, 6 de julho, Portugal enfrentou o México no último jogo da fase de grupos. Era preciso uma vitória para ficarem mais próximas do apuramento para as meias finais, mas a seleção nacional universitária feminina de futsal não conseguiu contrariar a velocidade e agressividade imposta pelas mexicanas, terminando a primeira parte com um empate a um golo. A concentração e a precisão do passe foram decisivos para, decorridos cinco minutos da segunda parte, Portugal conseguir a superioridade no marcador, ainda que por pouco tempo. Uma distração da seleção nacional permitiu às mexicanas chegar ao empate a duas bolas, resultado que se manteve até ao final do encontro.

 

 

Esta tarde, 7 de julho, a Rússia venceu o México por dois golos sem resposta abrindo caminho para a seleção portuguesa jogar as meias finais com as super campeãs brasileiras no próximo dia 9 de julho, sábado.

 

 

 

Seleção Universitária de Floorball já iniciou a preparação para o CMU

 

 

O 7º Campeonato Mundial de Floorball Universitário decorre de 19 e 24 de julho na cidade do Porto.
O evento vai envolver cerca 400 atletas e oficiais de 10 países e Portugal vai estar representado pela Seleção Nacional Universitária Masculina da modalidade.

 

No passado final de semana, dias 2 e 3 de julho, realizou-se um primeiro estágio de observação dos atletas referenciados e que se distinguiram no Torneio Nacional Universitário, esta que foi  primeira competição oficial organizada no nosso país.

 

O segundo estágio vai decorrer entre 12 e 16 de julho, terá lugar no Estádio Universitário do Porto e é apoiado pela Universidade do Porto e pela Federação Académica do Porto.

 

 

Futsal feminino português cilindra Argentina

 

 

A seleção universitária portuguesa de futsal feminino entrou da melhor maneira no Campeonato do Mundo Universitário de Futsal que se está a realizar na cidade brasileira de Goiânia até 10 de julho. As universitárias portuguesas bateram a Argentina com um concludente 7-1.

Apesar de entrarem no jogo nervosas as portuguesas abriram cedo o marcador. As oportunidades iam surgindo mas nem sempre a finalização era a melhor. Ao intervalo o resultado de 3-0 favorável a Portugal pecava por escasso.
Na segunda parte as argentinas beneficiaram de um autogolo e aproveitaram para pressionar e durante alguns minutos remeteram a equipa nacional para a defesa. Com as adversárias mais expostas, Portugal aproveitou e foi marcando.

 

Cláudia Lobo foi autora de três dos sete golos portugueses. Os restantes foram apontados por Joana Meira (2), Fernanda Alves "Nani" e Jéssica Pedreiras. A equipa feminina portuguesa continua a sua participação no Campeonato do Mundo de Futsal Universitário esta segunda-feira ao jogar com a Rússia pelas 18 horas (hora continental portuguesa).

 

Entretanto, os homens portugueses entram também em ação no Mundial Universitário. Esta segunda-feira, a equipa universitária portuguesa masculina enfrenta a seleção francesa e o encontro está marcado para as 20 horas (hora continental portuguesa).

 

 

 

 

Bronze no Futsal Feminino

 

 

 

Este domingo, 10 de julho, a seleção nacional universitária de futsal feminino conquistou a medalha de bronze no 15º Campeonato Mundial Universitário de Futsal. As estudantes-atletas portuguesas venceram por 6-0 a seleção canadiana, com golos marcados por Joana Meira, Inês Fernandes, Jéssica Pedreiras, Inês Marques, Fernanda Alves e Inês Cruz.

A vitória aconteceu no rescaldo da derrota sofrida com o Brasil no sábado, 9 de julho, por cinco bolas a uma, que afastou as estudantes-atletas portuguesas da Final com a Rússia.

A jogar em casa, o Brasil derrotou a equipa russa e conquistou o título de Campeão Mundial Universitário de Futsal Feminino com apenas um golo. No Futsal Masculino, Portugal assegurou o 9º lugar na competição, primeiro com a vitória frente à Nova Zelândia (13-0) e com um segundo resultado favorável frente a Israel (5-1).

 

 

 

 

Jornada dupla na estreia das "lobas"

 

 

Canadá e Austrália foram os primeiros adversários da seleção nacional universitária feminina de rugby 7s no Campeonato Mundial Universitário. Os dois jogos aconteceram esta quinta-feira, 7 de julho, sendo o primeiro às 9h50 (hora portuguesa) frente à seleção canadiana. As “lobas” entraram com garra, mas não suficiente para derrotar a seleção nacional universitária campeã em título. O Canadá venceu por 14-12.

 

Às 13h10 (hora portuguesa), começou o encontro com a Austrália favorável a Portugal que conseguiu marcar logo dois ensaios. Na segunda parte, as estudantes-atletas australianas apresentaram-se mais fortes em campo, mas as “lobas” provaram que dão luta. O jogo terminou com um empate, 12-12. 

 

 

Amanhã, 8 de julho, a seleção nacional de rugby 7s feminino enfrenta a seleção espanhola às 9h00 e às 12h20 (horas portuguesas) será a vez de jogar com as estudantes-atletas da China.

 

 

 

A seleção portuguesa universitárias de Rugby 7s Feminino está a participar no Campeonato do Mundo Universitário de Rugby 7s, que se realiza até 9 de julho, em Swansea, no País de Gales (Reino Unido). 

Vitória no futsal masculino não foi suficiente

 

 

Portugal venceu na quarta-feira, 6 de julho, a seleção universitária de futsal tailandesa por 2-1 no último jogo da fase de grupos. Foi um encontro dominado, do início ao fim, pelos estudantes-atletas portugueses focados na vitória por dois golos de diferença, a margem necessária para garantir o lugar nas meias finais. Ao intervalo, Portugal vencia efetivamente por 2-0, mas a seleção tailandesa conseguiu diminuir a diferença com num penalti. O encontro terminou com 2-1 favoráveis à seleção universitária portuguesa, mas o bom resultado não garantiu a passagem à próxima fase.

 

As três equipas do grupo ficaram empatadas com três pontos e na diferença de golos, critério de desempate usado nestes casos, a seleção nacional de futsal masculino ficou arredada das meias finais.

 

Como 3º do grupo, Portugal joga amanhã, às 22h00 (hora portuguesa), com a Nova Zelândia, para definição de lugares do 9º ao 12º.

 

 

 

Segundo dia de futsal português no Brasil

 

 

 As seleções portuguesas universitárias de Futsal Masculino e Feminino estão a participar no Campeonato do Mundo Universitário de Futsal, que se realiza em Goiânia, no Brasil, até 10 de julho.

 

Depois da vitória clara sobre a Argentina por 7-1, a seleção feminina foi derrotada, ontem (segunda-feira 4 de julho), pela Rússia por 2-0. Num jogo equilibrado entre as duas formações, a equipa das quinas foi menos eficaz na finalização. Portugal ainda tentou um 5x4, mas não foi suficiente. A Rússia acabou por fechar o marcador a 15 segundos do final da partida. As universitárias portuguesas defrontam esta terça-feira, 5 de julho, a Colômbia às 16h00 (hora de Portugal Continental).

 

O dia de ontem ficou marcado também pela estreia da seleção universitária masculina. Os portugueses saíram do primeiro embate com a França derrotados por 4-1. O início do jogo não foi o melhor para a formação portuguesa que sofreu golo duas vezes nos primeiros cinco minutos. Os estudantes-atletas nacionais ainda tentaram o empate mas a equipa gaulesa conseguiu aumentar a vantagem ainda antes do intervalo. O golo de Hugo Eduardo no início da segunda parte ainda fez a equipa acreditar num desfecho diferente mas o guarda-redes francês permanentemente travou as tentativas portuguesas. Um contra ataque da seleção francesa no final do jogo ditou o resultado final. A Tailândia é o próximo adversário, o jogo está marcado para esta quarta-feira, 6 de julho, às 13h00 (hora de Portugal Continental). 

 

 

 

Mundial Universitário de Floorball junta 400 atletas no Porto

 

 

“Organizar o 7.º Campeonato Mundial Universitário de Floorball é uma forma de dar relevância a uma modalidade pouco conhecida em Portugal”, mas também um meio de levar mais longe o nome da cidade do Porto e do País.
Quem o diz é Daniel Freitas, presidente da Comissão Organizativa deste campeonato, não estivesse prevista a participação de 400 estudantes-atletas, oriundos de 10 países diferentes. “A fasquia está elevada”, admite, na cerimónia de apresentação oficial do Campeonato, que aconteceu esta sexta-feira na Reitoria da Universidade do Porto.

 

Afinal, passaram-se apenas dois anos desde que o Porto recebeu o Campeonato Mundial Universitário de Voleibol de Praia (uma organização conjunta da UP, IPP e FAP) e arrecadou o prémio de melhor campeonato mundial universitário 2014, atribuído pela FISU. “Temos de fazer mais e melhor”, afirma.

 

O pró-reitor da Universidade do Porto para a Inovação Pedagógica e Desporto, Fernando Remião, acredita que “o Desporto Universitário deve estar ao serviço da formação de todos os estudantes” e, neste caso, “será uma forma de lhes dar a conhecer uma nova modalidade e outras realidades”. Quanto ao resultado desta iniciativa, não tem dúvidas: “Esta associação de esforços foi um sucesso no passado e será também no futuro”, garante.

 

Luís Alves, responsável pela Porto Lazer, expressou o contentamento da Câmara Municipal do Porto com esta organização e afirmou não ter dúvidas quanto ao sucesso deste evento, que  diz ter “claramente a força dos números que estarão presentes”:

 

O representante da Câmara Municipal do Porto não deixou ainda de mencionar o “contributo positivo da Federação Académica do Porto para a vida da cidade”, quer a nível económico, social, cultural “e - aqui muito evidente – desportivo”.

 

Para o Presidente da FADU, Daniel Monteiro, esta será ainda uma forma de “contribuir para o desenvolvimento do desporto nacional” e o evento corresponderá, certamente, às expectativas. Expectativas essas corroboradas também pela FISU, já habituada ao habitual “sucesso que tem a organização de eventos internacionais no nosso país”. Em último caso, será, certamente, “uma sinergia positiva entre novas realidades, novas experiências, novas pessoas, diferentes países”, rematou.

 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ

Parceiros

COSMOS
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?