Filipa Martins vence prémio de Melhor Atleta Feminina

O desporto universitário chegou pela primeira vez aos finalistas nomeados em todas as categorias da Gala do Desporto da Confederação do Desporto de Portugal, mas foi Filipa Martins quem subiu ao pódio para receber o prémio de Melhor Atleta Feminina do ano na celebração que teve lugar na passada quarta-feira, dia 11, no Casino Estoril.

“Senti o meu trabalho de muitos anos ser recompensado. Foi um orgulho enorme, pois no ano passado tinha sido nomeada, mas não ganhei, e este ano ter ganho foi muito gratificante, também porque todas as outras atletas nomeadas também são muito boas”, partilha Filipa Martins.

A estudante-atleta da Universidade do Porto (U.Porto), reconhecida pelo seu “carácter, perseverança, dedicação e trabalho”, conquistou o bronze no Concurso de Trave na 28ª Universíada de Verão em Gwangju e duas medalhas de bronze na Taça do Mundo de Cottbus, na Alemanha. A ginasta conta ainda com uma medalha de ouro no currículo, ganha no Concurso de Paralelas Assimétricas na Taça do Mundo de Medellín, na Colômbia, em novembro de 2014.



Para o presidente da Federação Académica do Desporto Universitário (FADU), Daniel Monteiro, esta foi uma atribuição “inteiramente justa, que vem premiar a temporada excecional que a Filipa teve, com especial destaque para a medalha de bronze conseguida nas Universíadas. São exemplos de sucesso como este que precisamos. Atletas que consigam conciliar o sucesso desportivo com o sucesso académico. E a Filipa é um excelente exemplo disso!”.

“Importa que os estudantes do Ensino Superior olhem para o exemplo da Filipa como algo atingível e importa que os atletas de alta competição percebam que é possível atingir-se este nível estando a frequentar o Ensino Superior. São exemplos de carreiras-duais como este que queremos, importantíssimos para sensibilizar as Instituições de Ensino Superior e demais agentes político-desportivos nacionais para as oportunidades que existem e que não estão a ser devidamente aproveitadas pelo país. Casos de sucesso como o da Filipa podem replicar-se, caso estes jovens sejam devidamente apoiados e lhes seja reconhecido um estatuto especial de estudante-atleta, que conjugue a carreira desportiva com a carreira académica”, defende o dirigente.

Os campeões europeus universitários Ana Raquel Simão e Luís Simão, no Karaté, Rui Bragança e Joana Cunha, no Taekwondo, e a Seleção Nacional Universitária de Andebol, que terminou em 1º lugar na modalidade da Universíada de Verão de Gwangju, também foram homenageados pelas suas conquistas.



A Comissão Organizadora do Campeonato Mundial Universitário (CMU) de Voleibol de Praia recebeu também o Prémio Mérito Desportivo, nomeados pela FADU, por terem ganho o Prémio de Melhor CMU de 2014, atribuído pela Federação Internacional de Desporto Universitário.

Os medalhados das Universíadas de Verão chegaram aos finalistas de todas as categorias de nomeados. “Este facto demonstra bem o nível qualitativo que o desporto universitário hoje atinge. É o reflexo do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido não só pela FADU, no caso específico das condições que proporciona aos atletas para participações internacionais, como pelos clubes universitários e pelos próprios atletas, que hoje olham para o desporto universitário como importante ferramenta competitiva e de crescimento enquanto desportista”, conclui Daniel Monteiro.

Fotografias: Confederação do Desporto de Portugal
e-max.it: your social media marketing partner
 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?