22º CMU Andebol 2014: Portugal Campeão do Mundo!

Terminou a 22ª edição do Campeonato Mundial Universitário de Andebol 2014! Depois de uma semana de competição, que teve como palco a cidade de Guimarães, o evento desportivo internacional sagrou Campeões Portugal, no masculino, e Brasil, no feminino. O vice-campeonato foi para o Brasil e Rússia e as medalhas de bronze foram de Espanha e Coreia, no masculino e feminino, respetivamente.
À terceira foi de vez! Depois de ter estado presente em três finais, Portugal conseguiu subir ao lugar mais alto do pódio ao arrecadar o título de Campeão Mundial Universitário. Depois da Covilhã-Guarda em 2000, depois do Brasil em 2012, 2014 foi o ano de Portugal. A jogar em casa, os portugueses não falharam, e tornaram-se pela primeira vez na sua história, CAMPEÔES MUNDIAIS!



Para chegar ao título, os portugueses ultrapassaram o Egito (34-29) e a China Taipé (32-20) na fase de grupos, a Rússia (32-25) nos quartos-finais, a Espanha (27-33) na semifinal e o Brasil foi a última “barreira” mas a mais saboreada, pois no final desta lá estava o título de Campeão Mundial Universitário 2014.

Nesta grande final do andebol masculino, Portugal entrou a “matar”, com uma frente de ataque quase perfeita e um guarda-redes (Giga) que enchia a baliza. A Seleção Nacional Universitária conseguiu, desde logo, uma vantagem considerável no marcador, mas a meio da primeira parte os brasileiros conseguiram equilibrar e o intervalo chegou mesmo com o marcador a dar a vantagem a Portugal por apenas dois golos (14-12).



Na segunda parte, apesar dos portugueses terem entrado a pontuar, os brasileiros entraram com vontade de virar o resultado e aos 7’ minutos conseguiram o empate! As coisas estavam tremidas, mas a qualidade da seleção lusa voltou ao de cima e os portugueses tomaram novamente as “rédeas” do jogo e o placard voltou a subir do lado de Portugal. O jogo terminaria em grande euforia com uma vitória clara por 29-23.

Para o Selecionador Nacional, Gabriel Oliveira, jogar em casa foi importante para chegar ao objetivo final que era o título de campeão. “Disse logo no início aos meus atletas que na nossa casa quem manda somos nós”, referiu. Não conseguindo descrever o que sentia, o Selecionador apenas disse “é uma sensação maravilhosa”, dedicando a vitória a todos os que criaram as melhores condições para que a equipa conseguisse ser campeã do mundo.

Título feminino também falou português



Já na final feminina, a seleção do Brasil saiu triunfante deste mundial universitário com uma vitória por 17-24 diante da Rússia.

O Brasil começou a todo o gás e aos dez minutos já vencia por 0-6. Neste período, Flávia Silva defendeu tudo o que havia para defender. A guarda-redes brasileira só não impediu o primeiro golo russo aos 11 minutos. Foi então que a equipa europeia encetou a recuperação, chegando ao 4-6 a meio da primeira parte. No entanto, o Brasil conseguiu gerir a vantagem e ser mais eficaz, vencendo por 9-14 ao intervalo.

Na segunda parte, a equipa ‘canarinha’ entrou a marcar. Já sem grande força anímica, as russas nunca mais conseguiram reverter a situação perdendo a final por 17-24. A figura do jogo foi mesmo Flávia Silva, a guardiã brasileira fechou a baliza e abriu a porta ao título Brasileiro.

Envolvendo cerca de 700 pessoas, entre voluntários, organização e participantes vindos dos quatro cantos do mundo, o evento foi uma organização atribuída pela Federação Internacional do Desporto Universitário (FISU) à Federação Académica do Desporto Universitário (FADU) em parceria com a Universidade do Minho (UMinho) e com a Associação Académica da Universidade do Minho (AAUM). Depois da realização de 65 jogos (31 masculinos e 34 femininos), chegou ao fim mais uma edição do Campeonato e a respetiva classificação final.

Competição masculina: 1º Portugal; 2º Brasil; 3º Espanha; 4º Rússia; 5º Egito; 6º Roménia; 7º Republica Checa; 8º China Taipé; 9º Japão; 10º Turquia; 11º México.
Competição Feminina: 1º Brasil; 2ºRússia; 3º Coreia; 4º Roménia; 5º Espanha; 6º Japão; 7º República Checa; 8º México; 9º Polónia; 10º Portugal; 11º Uruguai.

Mundial Universitário encerra com passagem de testemunho à Espanha



Após o final da competição, decorreu pelas 20h30, no Pavilhão Multiusos, a Cerimónia de Encerramento deste mundial, que trouxe a Guimarães os melhores estudantes do mundo na modalidade.

A cerimónia, que iniciou logo após a final masculina, começou por eleger a equipa com mais visualizações de streaming, prémio que foi entregue ao Brasil.

O prémio Fair Play foi para as equipas da Rússia (feminino), e para o México (masculino).

O prémio de melhor guarda-redes foi para os dois brasileiros, Flávia Vidal e César Almeida.

O prémio de melhor marcadora foi para Jo Suyeon (Coreia), e o melhor marcador foi Vojtech Petrovsky (República Checa).

O prémio MVP foi também para a Coreana, Jo Suyeon e no masculino, o grande vencedor foi o Português, Pedro Marques.

Após a entrega dos prémios, a cerimónia culminou com o ritual protocolar da FISU, com a passagem da bandeira da FISU para o próximo Comité Organizador a receber este Campeonato Mundial Universitário, que terá lugar em Málaga, Espanha.
e-max.it: your social media marketing partner
 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?