22º CMU Andebol 2014: SNU masculina está nas meias-finais

Começou ontem a fase final da competição no CMU Andebol 2014 e os semifinalistas já são conhecidos. Após uns quartos-finais disputadíssimos, onde as surpresas foram muitas, conseguiram o passaporte para as meias-finais, no feminino, as equipas da Roménia, Brasil, Coreia e Rússia, e, no masculino, a Espanha, Brasil, Rússia, e a nossa Seleção Nacional Universitária que prossegue o sonho de se tornar campeã mundial.
A Seleção Nacional Universitária masculina continua o seu caminho triunfante rumo à final. Ontem foi a seleção da Roménia a cair perante os portugueses (32-25), ficando, assim, pelo caminho no acesso às medalhas.

Nesta fase, e com a qualidade das equipas adversárias a ser cada vez maior, os portugueses não estavam à espera de facilidades, e a expectativas confirmaram-se. A Roménia entrou muito forte, inaugurou o marcador, e nos minutos iniciais conseguiu mesmo controlar a partida. Portugal recuperou o folego e conseguiu equilibrar, chegando ao intervalo a vencer pela margem mínima.



A segunda parte começou com um Portugal “poderoso”, com o pé no acelerador. A equipa nacional foi somando e ainda com bastante tempo pela frente já estava quase tudo decidido. A SNU acabou mesmo por vencer por uns confortáveis 32-25 a equipa romena que é, assim, afastada da corrida ao pódio.

Para o selecionador nacional, Gabriel Oliveira, a vitória não foi algo que não estivesse à espera “mas não esperava por esta margem”. “Tivemos uma entrada muito forte na segunda metade, apenas pedi à equipa que acelerasse pois eles não se iriam aguentar”, explicou o selecionador.

Uma das meias-finais será, então, um duelo ibérico, com a SNU a defrontar a seleção espanhola, hoje às 17h30, no Multiusos de Guimarães. Os lusos não estão à espera de facilidades, os espanhóis já derrotaram os checos, campeões em título, e, por isso, vai ser “um verdadeiro jogo de meia-final” referiu o selecionador.

Seleção Nacional Universitária feminina quer o 9º lugar




Apesar de estar fora das medalhas, a Seleção Nacional Universitária feminina continua em competição pela melhor classificação possível (9º ao 11º lugar). Ontem a equipa lusa defrontou e “esmagou” o Uruguai por 32-15. Com 17 golos de diferença no final do tempo, as portuguesas mostraram ser muito superiores, e mesmo que a luta seja pelos últimos lugares, querem o melhor. Hoje a equipa joga com as polacas, para decidir quem fica em 1º lugar desta “mini liga” de disputa pelo 9º lugar. A seleção uruguaia, por já ter perdido tanto com a Polónia, como com Portugal, fixou a sua prestação na 11ª posição.

Competição ao rubro!



Nos restantes jogos dos quartos-de-final, as surpresas foram muitas. No feminino, a Espanha “caiu” frente à Roménia por uma curta margem, 24-25, num jogo de muita luta e emoção. No jogo entre o Brasil e o Japão, as japonesas entraram melhor, estiveram na frente durante grande parte do tempo, mas as brasileiras deram a volta ao resultado e acabaram mesmo por vencer a partida também por uma curta diferença, 26-25.

Na partida entre a Coreia e México, as mexicanas até começaram melhor, mas as coreanas não baixaram os braços e tomaram as “rédeas”, de tal forma que a partida terminou com o resultado de 25-18, favorável à Coreia. No outro jogo dos quartos-de-final, mediram forças russas e checas. As campeãs em título queriam muito seguir em frente e, apesar do resultado equilibrado, a Rússia foi mais forte e venceu por 27-26. Hoje, as meias-finais serão entre as seleções da Roménia e da Rússia (17h30) e entre o Brasil e a Coreia (20h00).

No masculino, os campeões em título ficaram pelo caminho. Frente a uma fortíssima seleção espanhola, os checos não conseguiram impor o seu jogo e acabaram mesmo por perder por 31-25. O Brasil discutiu o lugar na semifinal com o Egito. Os brasileiros entraram fortes e com vontade de resolver e conseguiriam mesmo fechar a partida com uma vitória por 29-24.

Rússia e China Taipé discutiram entre si o outro lugar na meia-final. Os russos seguiram o exemplo da sua seleção feminina, que também seguiu em frente na competição, e derrotaram os adversários por 36-25.
Na outra meia-final masculina, o Brasil e a Rússia vão medir forças para alcançar um lugar na final deste Mundial Universitário.
e-max.it: your social media marketing partner
 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?