22º CMU Andebol 2014: Sortes diferentes para as Seleções Portuguesas



Ao segundo dia deste Campeonato Mundial Universitário de Andebol, as SNU tiveram sortes diferentes. A equipa masculina soma e segue para a fase seguinte da competição, enquanto, no feminino, após a primeira derrota, as portuguesas têm amanhã o jogo do tudo ou nada frente à Rússia.


Neste dia, assistimos a jogos com mais qualidade, mais bonitos, com os predicados de cada equipa a ficarem bem evidenciados. Portugal teve o seu primeiro “tropeço” com a equipa feminina a não conseguir ultrapassar as japonesas, perdendo por 22-32. A equipa masculina continua a traçar o seu caminho de “sucesso” e, desta vez, a “vítima” foi a China Taipé (32-20), garantindo desta forma o acesso aos quartos-finais da prova.



A Seleção Nacional Universitária feminina já adivinhava dificuldades frente às japonesas. “Vai ser um jogo difícil, as equipa japonesa são muito rápidas”, referia o selecionador Gabriel Oliveira antes da partida. Com um início equilibrado, o Japão foi tomando, aos poucos, o controlo da partida, com a equipa portuguesa a não conseguir fazer frente à rapidez das adversárias e, ao intervalo, já perdia por 20-12. Na segunda parte, a tónica manteve-se e as portuguesas não conseguiram arranjar forma de travar as adversárias, acabando por perder por 22-32.

A equipa masculina voltou a “dar cartas” e agora, frente aos asiáticos, voltaram a não dar hipóteses! Segundo jogo, segunda vitória e a equipa está na fase seguinte.
Com uma entrada algo calma e pode até dizer-se equilibrada, a resistência da China Taipé foi “sol de pouca dura”, aos poucos, os lusos tomaram conta do jogo, colocando toda a sua mestria em ação, com jogadas bastante “artísticas”. Com uma diferença de cinco golos ao intervalo, a equipa das quinas ganhou moral e a segunda parte foi mortífera para os adversários que viram “passear” a classe dos portugueses. O resultado final de 32-20 não deixa margem para contestação relativamente a quem foi a melhor equipa em campo.

Gabriel Oliveira referiu não estar à espera de um resultado tao volumoso “a China Taipé tem uma equipa muito forte mas acabaram por ficar sem soluções perante o nosso jogo”, disse.



E nos restantes jogos...


Na restante competição, nos oito jogos realizados, ficaram automaticamente apuradas para os quartos-de-final as equipas de Espanha (masculino e feminino), Republica Checa, a atual campeã em título (masculino), Brasil (masculino) e Rússia (feminino). As restantes equipas têm que aguardar pelos jogos de amanhã para saber se seguem em frente ou ficam pelo caminho na luta pelas medalhas.

Na vertente feminina, o México perdeu com a Rússia por 27-38 e o Uruguai foi “esmagado” pela Polónia por 13-40. A Roménia, por seu lado, perdeu frente à Coreia por 24-28 e a Rep. Checa foi derrotada pela seleção Espanhola por uma curta margem (19-21).

No masculino, a Rússia repetiu o feito das atletas femininas, ao vencer o México por 27-39. Já a Roménia caiu aos pés dos espanhóis no último lance do jogo, perdendo por 28-29, o Brasil “brilhou” frente ao Japão com uma vitória clara por 36-26 e a República Checa levou de vencida a Turquia por 32-26.
e-max.it: your social media marketing partner
 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?