Universíadas Gwangju 2015: Luís Vaz ambiciona bons resultados na Natação


“Partimos para esta competição com as máximas expectativas e a maior ambição” assume Pedro Faia, treinador de Luís Vaz, estudante-atleta que vai participar por Portugal na modalidade de Natação nas Universíadas de Verão em Gwangju, na Coreia do Sul. E Luís Vaz confirma esta ambição. “Tenho expectativas bastante altas, nomeadamente tentar fazer uma final nos 200 livres, que é a minha prova, e tentar aproximar-me do mínimo para os Jogos Olímpicos do Brasil 2016”, completa.

Estudante de Engenharia Biomédica na Universidade do Minho, Luís sente que é “uma honra poder participar nas Universíadas, já pela segunda vez, que é o meu principal objetivo da época desportiva”.

Recordista nacional absoluto dos 200 Livres, Luís Vaz é caracterizado pelo seu treinador como “um atleta de eleição, com um potencial desportivo enorme, que quando acredita e está focado no objetivo transcende-se e consegue marcas desportivas de alto nível. Gosta das grandes competições, não se deixa afetar pela atmosfera envolvente e encara cada prova como a ultima oportunidade de demonstrar todo o seu valor”.

Segundo Pedro Faia, o facto de as Universíadas antecederem os Jogos Olímpicos de 2016, faz com que a competitividade seja muito elevada dentro da piscina. “Regra geral, com a proximidade dos Jogos Olímpicos, as marcas desportivas têm tendência a evoluir, pelo que os atletas que participarão na Coreia do Sul estarão em crescendo acentuado da forma desportiva perspetivando uma fantástica competição”, explica.

“Desejamos boa sorte a toda a comitiva Portuguesa, na qual o Luís Vaz tudo fará para acrescentar qualidade e trazer para Portugal resultados de destaque”, conclui Pedro.

A competição de Natação decorre entre os dias 4 e 11 de julho, prevendo-se que os nossos atletas entrem em ação logo a 5 de julho, de acordo com o calendário provisório anunciado (a confirmar).

Reconhecidamente, as Universíadas são, desde sempre, uma competição de elevada participação e nível competitivo na Natação. Assinalam igualmente para Portugal um marco na história das participações neste evento e na história da própria modalidade. É incontornável referir a primeira medalha de ouro de Portugal em Universíadas, conquistada por Alexandre Yokochi nos 200m bruços em Zagreb 1987, após ter sido prata em Kobe na edição anterior (1985), sendo ainda hoje um dos principais feitos da natação portuguesa a nível internacional.

Mantendo-se ainda como as únicas medalhas da Natação portuguesa em Universíadas, a participação desta modalidade foi marcada pontualmente por alguns resultados importantes, atingindo finais A (Nuno Quintanilha, 200m mariposa, 8º lugar, Belgrado 2009), a obtenção de recordes nacionais e pessoais e de mínimos para jogos olímpicos (Fernando Costa, 4º lugar, 1500m, 2011).

A delegação portuguesa em Gwangju integra na totalidade dez modalidades: Andebol (m), Atletismo, Ginástica Artística, Esgrima, Judo, Natação, Remo, Taekwondo, Ténis de Mesa e Tiro com Arco, num projeto de participação e seleção dos estudantes-atletas, definido com as respetivas federações desportivas.
e-max.it: your social media marketing partner
 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?