Universíadas Gwangju 2015: Trio de ginastas quer chegar às finais


Francisco Fragoso e Gustavo Simões marcam presença novamente nas Universíadas de Verão, juntamente com a estreante Filipa Martins, na modalidade de Ginástica Artística. Os três estudantes-atletas contam já com um percurso internacional e ambicionam chegar a bons resultados na 28ª edição da competição que decorre de 3 a 14 de julho em Gwangju, na Coreia do Sul, vontade partilhada pelos treinadores Cristina Gomes (feminino) e José Augusto (masculino).


Gustavo Simões participa pela terceira vez nesta competição. Caracterizado pelo treinador José Augusto como “o melhor ginasta atualmente a nível nacional e muito equilibrado nos seis aparelhos”, o estudante de Dietética e Nutrição do Instituto Politécnico de Lisboa pretende “melhorar os resultados anteriormente obtidos com a final de all around e também tentar alcançar uma final num aparelho ou quem sabe dois se tudo correr conforme tenho planeado com o treinador e executado nos treinos”.

Ainda no masculino, Portugal faz-se representar também por Francisco Fragoso. “O sentimento é o mesmo da primeira vez, é sempre um orgulho poder representar Portugal”, partilha. As suas expectativas “passam por fazer uma prova limpa, sem falhas graves ou quedas, e dar o litro para chegar o mais próximo da final de barra fixa”.

O estudante de Biologia da Universidade de Lisboa vem de uma lesão complicada, pelo que irá participar em três dos seis aparelhos. Segundo o treinador, o atleta “apresenta um nível muito interessante na barra fixa”.

Já Filipa Martins estreia-se nas Universíadas, mas não em competições internacionais. A atleta conta com conquistas internacionais no seu currículo, entre elas o 16º lugar no último campeonato do mundo e o 8º lugar no campeonato da europa. A aluna do 1º ano de Ciências do Desporto da Universidade do Porto tem ainda conquistado medalhas no circuito mundial das taças do mundo 2015.

“Estou muito feliz, porque consegui entrar na faculdade – algo que era complicado por ser difícil de conciliar com os treinos – e por conseguir ir às Universíadas. O meu principal objetivo é tentar fazer uma prova limpa e tentar chegar à final”, afirma.

Atleta da treinadora Cristina Gomes desde os sete anos, Filipa Martins é caracterizada por esta como sendo uma “ginasta muito trabalhadora e muito obstinada, pois persegue os seus objetivos de uma forma exaustiva. É neste momento uma das melhores ginastas de GAF de todos os tempos”.

Cristina Gomes elogia a evolução técnica e a forma física da estudante e antecipa algumas dificuldades. “A competição vai ser realizada num formato diferente do habitual, onde vamos ter dois dias de qualificações e não um só. Isso poderá acarretar algum cansaço extra, visto que se a Filipa se apurar para finais poderá fazer vários dias de prova seguidos”, explica.

Ainda não conhecem os atletas que vão competir nesta modalidade por outros países, mas a ambição não é afetada e os treinos de Gustavo e Filipa fazem-se de olhos postos nos Jogos Olímpicos 2016, no Rio de Janeiro. “Esta é uma prova importante de preparação para o campeonato do mundo em Glasgow e para o Jogos Olímpicos. A ambição passa por atingir pelo menos uma final”, exalta José Augusto.

Depois de uma lesão muscular que afastou Gustavo dos treinos durante seis meses, o atleta afirma agora sentir-se “em forma, fisicamente bem e preparado para competir nas Universíadas de Gwangju e se tudo correr bem que consiga obter um resultado de relevo tanto pessoal, como para Portugal para mostrar que também somos um candidato aos Jogos Olímpicos do Rio 2016”.

A Ginástica portuguesa tem tido uma presença regular na última década nas Universíadas de Verão, evento no qual a modalidade se destaca pela reconhecida qualidade organizativa e alto nível competitivo.

Face ao nível reconhecido deste evento, as delegações de ginástica artística têm sido representadas pelos melhores atletas, que contribuem para alguns resultados de relevo ao longo destas edições, merecendo honras de maior destaque a medalha de prata de Luís Araújo na prova Individual na edição de Banguecoque 2007 (onde foi 6º na prova de solo) e o 4º lugar de Manuel Campos na prova Individual em Belgrado 2009, edição onde a equipa masculina conseguiu um histórico 11º lugar.

A delegação portuguesa em Gwangju integra na totalidade dez modalidades: Andebol (m), Atletismo, Ginástica Artística, Esgrima, Judo, Natação, Remo, Taekwondo, Ténis de Mesa e Tiro com Arco, num projeto de participação e seleção dos estudantes-atletas, definido com as respetivas federações desportivas.

Notícia atualizada 18.06.2015 às 10h20
e-max.it: your social media marketing partner
 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?