Universíadas Gwangju 2015: Estudantes defendem legado do atletismo português


“São atletas com bastante talento e têm todos capacidade de fazer uma boa competição”, caracteriza Pedro Pinto, treinador dos nove estudantes-atletas convocados para a modalidade de Atletismo nas Universíadas de Gwangju, na Coreia do Sul. Felizes por alcançarem o objetivo principal da época, os seis rapazes e três raparigas vão ao continente asiático com a ambição de subirem aos pódios.

No feminino, Portugal será representar por Daniela Cardoso (20km Marcha), Daniela Cunha (10000m) e Marta Onofre (Salto com Vara). Para Daniela Cunha, esta convocatória surge como a realização do esforço e trabalho que demonstrou durante a época. “Estou contente e realizada porque treinei para isto”, exprime.

As expectativas ainda não estão bem delineadas por ainda não ter conhecimento dos adversários e dos seus tempos, mas o compromisso é de fazer o melhor possível.

Francisco Belo, que vai competir nas provas de Lançamento do Peso e do Disco, concorda. “O que quero sempre, e em qualquer competição, é fazer o meu melhor e bater os recordes pessoais. Em termos de resultados, o primeiro objetivo é passar à final. Quero chegar o mais longe possível”, exalta.

A Francisco juntam-se Bruno Costa (Salto em Comprimento), David Lima (200m), Diogo Antunes (100m), Diogo Ferreira (Salto com Vara) e Miguel Moreira (800m).

O atletismo é uma das modalidades com mais tradição e relevância em toda a história das Universíadas, tendo Portugal já um longo historial de participações, sendo até hoje a que mais contribuiu para o medalheiro de Portugal. É também uma modalidade com forte tradição e relevância no programa das Universíadas.

A primeira medalha do atletismo português foi há precisamente 20 anos, na edição de Fukuoka 1995, por Nuno Fernandes, com a medalha de Bronze no Salto com Vara. De então para cá foram conquistadas pelo atletismo mais 3 medalhas de bronze, 8 de prata e 6 de ouro, num total de 18 medalhas.

Esta importância do atletismo resulta na participação dos melhores estudantes-atletas da modalidade, que ao longo destes anos têm contribuído para o reconhecimento e resultados das participações nacionais.

De uma longa lista de participantes e medalhados, destacam-se Nélson Évora, que teve a primeira participação já como campeão olímpico (ouro em Belgrado 2009 e Shenzhen 2011), Sara Moreira, como a mais titulada atleta portuguesa em provas internacionais universitárias, com 3 medalhas em Universíadas (dois ouros em Belgrado 2009 e Prata em Shenzhen 2011), Jéssica Augusto que conquistou em Bangecoque 2007 a primeira medalha de ouro do atletismo, batendo simultaneamente o recorde das Universíadas nos 5000m, que ainda hoje se mantem e Alberto Paulo surpreendente ouro nos 3000m obstáculos em Shenzhen 2011.

Outros nomes bem conhecidos da modalidade, acrescem a esta lista de medalhados ao longo das duas últimas décadas: Carla Sacramento, António Travassos, Ana Dias, Nédia Semedo, Susana Feitor, Naide Gomes, Vera Santos, Sónia Tavares, Patrícia Mamona e Marcos Chuva.

A delegação portuguesa em Gwangju integra na totalidade dez modalidades: Andebol (m), Atletismo, Ginástica Artística, Esgrima, Judo, Natação, Remo, Taekwondo, Ténis de Mesa e Tiro com Arco, num projeto de participação e seleção dos estudantes-atletas, definido com as respetivas federações desportivas.
e-max.it: your social media marketing partner
 

Apoios Institucionais

Governo Português
IPDJ

Patrocionador Principal

Jogos Santa Casa

Parceiros

COSMOS
CISION

Membro

FISU
EUSA
COP
CPP
CDP
CNJ
FADU

Avenida Professor Egas Moniz
Estádio Universitário de Lisboa, Pavilhão nº1
1600-190 - Lisboa

e: fadu@fadu.pt
t: (+351) 21 781 81 60
f: (+351) 21 781 81 61

Newsletters

Social

ptenfr

FADU - Todos os Direitos Reservados © 2015
Desenvolvido por Drop Agency

Este website utiliza cookies que permitem melhorar a sua navegação. Ao continuar a navegar, está a concordar com a sua utilização. O que são Cookies?